Oferta aRedeShopping
Alunos registram em fotos como veem a primavera

Vamos Ler

09 de outubro de 2019 12:30

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

‘Trabajos voluntarios’ movimentam turma na quarentena

Turma de Tibagi homenageia profissionais de saúde

Causos são gravados e compartilhados em PG

Professoras enviam cartas para alunos durante a pandemia
‘Exterminadores da Dengue’ atuam em Carambeí
Pinturas rupestre levam 4º ano A por viagem histórica
Atividades mostram a alunos a importância do combate às drogas
PUBLICIDADE

Atividade foi proposta no 2º ano da Escola Evangélica de Carambeí, contextualizando as estações do ano e terminando com um trabalho de imagens feitas pelos alunos

Com a chegada da primavera em setembro, os alunos do 2º ano matutino da Escola Evangélica de Carambeí desenvolveram um amplo trabalho sobre estações. A professora da turma, Jocieli Aparecida Silva, comenta como foi desenvolvido o trabalho que contou com registros fotográficos das próprias crianças.

“As crianças do 2º ano estão aprendendo um pouco mais sobre as estações do ano, conteúdo da disciplina de Ciências. Retomando as características de cada estação, puderam refletir sobre a importância da preservação do meio ambiente e os grandes problemas que muitas pessoas já estão enfrentando com as mudanças climáticas que estão acontecendo por conta do consumo exagerado e o desrespeito com a natureza”, destaca a docente.

Dessa forma, elenca Jocieli, os alunos perceberam a importância de cada estação para o equilíbrio do ecossistema, além da responsabilidade de salvar animais, plantas e insetos que ajudam no equilíbrio do meio ambiente. Através desses pressupostos, a professora desafiou à turma a retratar em fotos como eles percebem a atual estação, com o tema ‘Como eu vejo a primavera?’.

“Só que para ser realizada essa tarefa, as fotos deveriam ser unicamente da autoria de cada criança. Poderiam até solicitar ajuda de outra pessoa, mas registrar a imagem era trabalho somente dos alunos. Cada criança enviou sua foto em um grupo criado para essa finalidade. Em sala de aula, puderam mostrar como viam a primavera, explicando porque escolheram determinados locais, plantas e até mesmo animais”, aponta.

Em conclusão, Jocieli explica que o estímulo de observar diferentes ambientais proporcionou a percepção de diferenças e semelhanças entre os locais, espécies de plantas e insetos, a luminosidade dos ambientes, o clima do dia do registro, além de fatores que aprimoraram a atenção, percepção, análise artística, entre outros. “As fotos também foram utilizadas para comparar a primavera com as demais estações do ano, dando ainda mais significado ao estudo do tema”, complementa a docente.

Confira todos os registros e outras atividades no blog escolar da Escola Evangélica de Carambeí. Clique aqui.

PUBLICIDADE

Recomendados