PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Amigão Pet Shop alerta sobre doenças cardíacas nos pets

Ponta Grossa

15 de janeiro de 2021 18:40

Da Redação


Relacionadas

Sessões da Câmara de PG retornam com restrições

Ratinho reabre comércio e autoriza aulas presenciais

Governo do PR define regras para reabrir o comércio

Aulas presenciais retornam a partir de quarta-feira
Vereadores apoiam reabertura escalonada do comércio em PG
Corpo de Marlene é localizado no Distrito de Uvaia
Stocco quer suspensão do corte de água e luz de comerciantes em PG
PUBLICIDADE

Cuide do coração de quem faz o seu bater mais forte: previna-se!

O coração é um órgão de extrema importância para nosso corpo e nos animais não é diferente, assim como nós eles também podem apresentar doenças e insuficiências cardíacas, sendo congênitas (presentes desde o nascimento) ou adquiridas. As principais doenças em cães e gatos são crônicas e progressivas, isto é, podem durar toda vida do animal e se agravar conforme os anos.

Algumas raças são predispostas a apresentarem insuficiência cardíaca, mas nem sempre podem apresentar alterações nos exames, nos caninos os mais propensos são Poodle, Pug, Shih-tzu, Boxer, Yorkshire, Maltês, Spitz Alemão, Springer Spaniel, Dobermann, Dogue Alemão, Labrador e Sheepdog. Nos felinos as raças Maine Coon, Ragdoll, Persa, Abissínio e Siamês são mais predispostas.

O médico veterinário das lojas Amigão Pet Shop, Jorge Schastai, lembra que cruzamento dessas raças também podem predispor o pet a cardiopatias e que a tendência à doença não é sinônimo que o animal terá a mesma. Além disso, existem outros fatores de risco como idade, porte do animal e obesidade.

Entre os sinais clínicos mais característicos estão tosse, dificuldade respiratória, fraqueza, cianose (mucosas e língua arroxeada), desmaio, edema (inchaço, principalmente nas patas), falta de apetite, perda de peso, cansaço fácil, sono e apatia. O eletrocardiograma (ECG) é o exame mais recomendado quando detectado arritmia e outras alterações no exame físico ou quando houver desconfiança de insuficiência de doença cardíaca, já se houver ausculta de um sopro cardíaco exames de imagens são recomendados.

O preparo para realizar o ECG é simples: o exame é indolor, rápido e não necessita de jejum ou preparo prévio. O pet deverá ser colocado em decúbito lateral, ou seja, deitado lateralmente com as patas para frente, e em seguida coloca-se eletrodos banhos em álcool e em alguns minutos terá os registros necessários para avaliação clínica do médico veterinário. É importante que o tutor auxilie o profissional mantendo o animal na posição correta e transmita calma e segurança para o cão ou gato.

Reforçamos, contudo, que qualquer animal, independente de raça e idade, pode desenvolver um problema cardíaco – inclusive filhotes! Agende um eletrocardiograma com o  Dr. Jorge Schastai, nas lojas Amigão Pet Shop, pelo número (42) 99971-5401 ou (42) 99145-8234.

PUBLICIDADE

Recomendados