Lei de Stocco garante economia de energia na Prefeitura de PG

Ponta Grossa

12 de novembro de 2019 17:39

Afonso Verner


Relacionadas

Moradores bloqueiam rua e causam alvoroço em Olarias

Sargento da reserva pode ter sido vítima da Covid-19 em PG

Batalhão de Polícia Militar lamenta morte de sargento

Acidente deixa duas mulheres feridas na região central de PG
Falha em freio de caminhão quase termina em tragédia
Pico da pandemia começa neste fim de semana em PG
Fundação de Saúde investiga possível morte por Covid-19
Foto: Kauter Prado / CMPG
PUBLICIDADE

Lei do vereador prevê que novas iluminações sejam feitas com lâmpadas de LED. Prefeitura divulgou economia de 60% em trecho da Carlos Cavalcanti

Uma lei municipal de autoria do vereador Geraldo Stocco (REDE) tem gerado economia aos cofres da Prefeitura de Ponta Grossa. A lei de Stocco garante que, em novas obras, ou em casos de substituição da iluminação pública, o município opte pela compra de lâmpadas de LED. De acordo com a própria Prefeitura, a instalação desse tipo de lâmpada apenas em um trecho revitalizado da avenida Carlos Cavalcanti, em Uvaranas, vai proporcionar uma economia de 60% no valor gasto.

De acordo com o município, foram substituídas 216 luminárias com lâmpadas de vapor de sódio por lâmpadas de LED, destas, 78 luminárias de 280W, no trecho da Carlos Cavalcanti que compreende as ruas Catão Monclaro e Siqueira Campos, e 138 luminárias com potência de 180W, entre as ruas Siqueira Campos e Valério Ronchi. Com investimento de R$ 454.327, a substituição reduzirá em 60% os custos com energia na avenida, segundo dados oficiais do município.

Para Stocco, essa lei, aprovada em 2017, é uma das mais importantes para o avanço no quesito de sustentabilidade já aprovadas no município. “Temos que avançar muito quando o assunto é sustentabilidade. Acredito que essa primeira ação sobre as lâmpadas é um passo muito importante quando falamos de economia de recursos públicos e de recursos naturais, principalmente”, disse o vereador. 

As informações são da assessoria de imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados