aRede - Aconteceu. Tá na aRede!

Contato

MünchenFest, uma história de tradição reinventada em 2018

A MünchenFest 2018 retorna às origens. Começando pelo local escolhido - o Centro da cidade, no Parque Ambiental.

| Foto: Divulgação

Foi em 1990 quando a primeira MünchenFest aconteceu em Ponta Grossa. No antigo pátio de manobras da Rede Ferroviária Federal, cerca de 150 mil pessoas participaram dos dez dias de festa, que aconteceu entre 30 de novembro e nove de dezembro. Shows musicais com artistas de renome nacional, além de bandas tocando músicas tradicionais alemãs animaram a festa do chopp que trazia grande variedade gastronômica.

Até então Ponta Grossa não contava com uma festa popular de grande porte. Este foi um dos motivos para a idealização do evento. “Numa conversa entre o meu pai, Jan Strasburger e o prefeito da época que era o Pedro Wosgrau surgiu a necessidade de ter uma festa da cidade. Houve uma cogitação inicial de se fazer uma festa do chopp, mas usando ou a cerveja Original, ou fazendo um chopp especial para a festa”, contou Florian Strasburger, proprietário da cervejaria Strasburger.

Desta conversa, a história da família Strasburger se uniu com a da cidade. Jan Strasburguer nasceu na Alemanha e se formou em Ciências de Cerveja e Malte na Faculdade de Tecnologia de Cerveja, Malte e Alimentos, na Universidade Federal de Munique, em Weihenstephan. Quando chegou em Ponta Grossa por volta de 1983, começou a atuar como mestre cervejeiro. Na década de 90, criou o München Extra, bebida especialmente elaborada para dar o sabor e também o nome à primeira festa do chopp escuro de Ponta Grossa.

| Foto: Divulgação

Com uma cor que vai do cobre para o marrom escuro, o chopp München é uma cerveja de baixa fermentação. “Ele é quase que um Pilsen escuro. De amargor médio. É uma cerveja bastante refrescante e com lúpulos da região de Hallertau da Alemanha”, explica Florian.

A partir da segunda edição, a festa saiu do espaço improvisado no centro da cidade e foi transferida para o Centro de Eventos Cidade de Ponta Grossa. Com o passar dos anos, o evento apresentou diferentes formatos, com variação do número de dias e atrações. Ao chegar em 2018, a MünchenFest é reinventada sob uma nova configuração, que traz acima de tudo a valorização da cultura germânica e o resgate da proposta inicial da festa. “Com o passar do tempo, esse caráter foi sendo deixado de lado, a festa saiu do centro da cidade e acabou se transformando em apenas mais uma miscelânea de shows muito parecida com o que já tínhamos durante todo o ano no município”, explicou o presidente da Fundação Municipal de Turismo (Fumtur), Edgar Hampf.

| Foto: Divulgação


A MünchenFest 2018 retorna às origens. Começando pelo local escolhido - o Centro da cidade, no Parque Ambiental.  “Nós queremos que a MünchenFest se torne um evento de encontro das famílias no coração da cidade e que elas se reencontrem com a cultura alemã, que é tão rica”, explicou Edgar Hampf.

Totalmente repaginada e agora com a chancela do Consulado da Alemanha, a edição 2018 terá seis stands de comida alemã. Gastronomia de qualidade, garantida por profissionais qualificados pela prefeitura de Ponta Grossa e pelo Senac. O chopp ficará por conta de seis cervejarias artesanais e uma industrial e a música popular dará vez à tradicional alemã. “Sendo assim, a nova MünchenFest reúne todos esses aspectos gastronômicos, culturais e, sem sombra de dúvida, tem potencial para ser uma das melhores festas alemãs do país”, afirma o presidente da Fumtur.