Ladrão de calcinhas 'azeda' o dia das vítimas e da PM

Insana

13 de novembro de 2019 10:46

Da Redação


Relacionadas

Torcedores usam escadas para assistir jogo do Operário

Homem mata, assa e come cachorro em Curitiba

Nuvem de formigas voadoras é identificada em mapa

Pinscher pode ter engravidado cadela pitbull
Naja que picou estudante ganha ensaio fotográfico
Foto de morcego do tamanho de humano viraliza
Idosa faz ‘BO’ na delegacia para desencalhar a filha no PR
Calcinhas e sutiãs foram encontrados escondidos em vários locais do quarto do homem, que mora em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha Foto: AlegreteTudo
PUBLICIDADE

Segundo a PM, calcinhas e sutiãs foram encontrados escondidos em vários locais do quarto do homem, que mora em Turmalina, no Vale do Jequitinhonha

Cercas, varais e lojas. Esses eram alguns dos locais escolhidos por um ladrão de calcinhas e sutiãs preso com 1.045 peças íntimas escondidas no quarto de sua casa, em Turmalina, cidade no interior de Minas Gerais. Durante a abordagem, os policiais militares foram surpreendidos ao perceberem que o homem, de 41 anos, estava usando uma das calcinhas.

Com base no número de peças apreendidas, é possível dizer que muitas das 8.880 mulheres que fazem parte da população do município, no Vale do Jequitinhonha, já foram vítimas dele, preso, de acordo com a Polícia Militar, pela segunda vez pelo mesmo crime.

Ainda segundo as informações da PM, as mil calcinhas e os 45 sutiãs foram encontrados em vários locais do quarto dele: debaixo da cama, dentro do colchão e no guarda-roupas. Em 2015, os furtos de 301 peças íntimas ocorreu em Capelinha, cidade vizinha a Turmalina.

“A Polícia Militar foi até a residência dele, no Bairro São João Batista, para darmos cumprimento a um mandado de prisão por furto. Durante as buscas, encontramos as peças íntimas”, fala o tenente André Dale. Havia roupas íntimas novas e usadas, de várias cores e modelos.

Leia mais clicando aqui

PUBLICIDADE

Recomendados