Aras define nova chefe da Lava Jato na PGR

Cotidiano

24 de janeiro de 2020 10:40

Agência Brasil


Relacionadas

Laboratório desenvolve teste nacional para covid-19

Consumidores de baixa renda estão isentos de pagar a luz

Em pronunciamento, Bolsonaro defende o uso da cloroquina

Campanha reforça a turistas que não cancelem viagens
Paciente com suspeita de Covid-19 agride equipe médica
Senado recorre de decisão que bloqueia fundo eleitoral
Moradores de favelas relatam desabastecimento e medo
O GT da Lava Jato na PGR tem como atribuição auxiliar o procurador-geral nos casos que envolvam pessoas com foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF) Foto: Reprodução/Agência Brasil
PUBLICIDADE

A subprocuradora Lindora Maria Araújo será a nova coordenadora do grupo de trabalho (GT) da Operação Lava Jato na procuradoria

O procurador-geral da República, Augusto Aras, anunciou hoje (23) que a subprocuradora Lindora Maria Araújo será a nova coordenadora do grupo de trabalho (GT) da Operação Lava Jato na procuradoria. A confirmação foi feita após o chefe anterior da equipe, o procurador José Adonis Callou de Araújo Sá, pedir demissão por divergências com Aras.

Além de Lindora, farão parte da nova equipe os procuradores Wladmir Aras e Raquel Branquinho, que atuaram na Lava Jato durante os mandatos dos então procuradores Rodrigo Janot e Raquel Dodge. Ao todo, o grupo será composto por oito procuradores.

O GT da Lava Jato na PGR tem como atribuição auxiliar o procurador-geral nos casos que envolvam pessoas com foro privilegiado no Supremo Tribunal Federal (STF), como parlamentares e ministros. Cabe aos membros do grupo realizar oitivas, participar da produção de provas, de audiências judiciais, requisitar documentos e informações, entre outras tarefas.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização