Acusado de feminicídio vai a júri popular em Piraí do Sul

Campos Gerais

24 de janeiro de 2020 14:40

Da Redação


Relacionadas

Tibagi descarta os três casos suspeitos de Covid-19

Castro confirma primeiro caso de coronavírus

Prefeito de Carambeí sanciona lei que garante vale-alimentação

Suspeito de usar facão para tentar matar homem é preso
Dez dias após sair da cadeia, rapaz volta a ser preso
Teixeira Soares segue decreto estadual e mantém isolamento
Atividade comercial continua suspensa em Jaguariaíva
A tentativa de feminicídio ocorreu na manhã do dia 14 de junho de 2019 nas proximidades da rodoviária da cidade Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A tentativa de feminicídio ocorreu na manhã do dia 14 de junho de 2019 nas proximidades da rodoviária da cidade

Após sete meses de uma tentativa de feminicídio em Piraí do Sul, o motoboy Edson de L.C, acusado do crime, vai a júri popular. O crime aconteceu em meados de 2019 no bairro Brasilinha. Edson foi preso dias depois em Ventania pelos crimes de tentativa de feminicídio e porte ilegal de armas.

A Juíza de Direito de Piraí do Sul decretou a prisão preventiva do acusado. Após o andamento do processo a Juíza delegou que o motoboy seja submetido a julgamento pelo Tribunal de Júri. Ainda não há data confirmada.

A tentativa de feminicídio ocorreu na manhã do dia 14 de junho de 2019 nas proximidades da rodoviária da cidade. Edson encontrou a ex-companheira Paola Diniz Ferri e efetuou um disparo contra a vítima que a acertou na região do queixo. O crime teria sido motivado pelo término do relacionamento.

Caso as advogadas do acusado (Bianca Jusceline Bueno e Veridiana Bueno Macedo) não recorram da sentença de pronúncia o acusado aguardará uma data próxima para seu julgamento. O criminalista Angelo Pilatti Junior já está habilitado no processo, para atuar no julgamento, na condição de assistente do Ministério Público.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização