Prefeitura de Palmeira encerra contrato do Samu Rodovias | aRede
PUBLICIDADE

Prefeitura de Palmeira encerra contrato do Samu Rodovias

Agora as concessionárias assumem os atendimento na BR-277

A empresa ressaltou que está preparada para realizar o atendimento necessário
A empresa ressaltou que está preparada para realizar o atendimento necessário -

Heryvelton Martins

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Prefeitura Municipal de Palmeira confirmou o encerramento do contrato do Samu Rodovias, que mantinha uma equipe responsável pelo atendimento de acidentes e ocorrências em todo o trecho da BR-277 que atravessa o município. Segundo o Executivo municipal, isso ocorre porque agora o dever por manter as viaturas e realizar o atendimento fica a cargo das concessionárias que assumiram o lote 1 do pedágio.

No entanto, é importante ressaltar que essa mudança não resultará na falta de atendimento na cidade, conforme afirmou a Prefeitura em nota enviada ao Portal aRede e Jornal da Manhã. Palmeira possui uma base própria, equipada com uma ambulância Bravo e uma equipe do Corpo de Bombeiros (Siate), que utiliza viaturas dos bombeiros para auxiliar nas rodovias e vias urbanas quando necessário; lembrando que a responsabilidade por atendimentos em rodovias passa a ser das empresas.

De acordo com o contrato, as empresas concessionárias serão responsáveis pelos serviços de guinchos mecânicos leves e pesados, veículos de inspeção de tráfego, veículos de apoio ao usuário, caminhão-pipa para auxiliar o Corpo de Bombeiros, caminhão boiadeiro para lidar com animais soltos na pista, além das ambulâncias. Sendo assim, quem transitar pelas rodovias do PR no lote 1 e precisar de apoio, poderá ligar para o telefone 0800 277 0376 e falar com a Via Araucária.

ATENDIMENTO - A Prefeitura de Palmeira destacou que a regulação que determina que todas as chamadas para o número 192 sejam tratadas pela Central do SAMU em Ponta Grossa continua em vigor. No entanto, Palmeira não contará com uma ambulância Alfa para deslocamentos. Vale ressaltar que o município possui uma frota de ambulâncias, incluindo uma UTI móvel, que serão utilizadas conforme a necessidade.

Segundo informações fornecidas, os pacientes atendidos pelas viaturas dos pedágios são encaminhados ao pronto atendimento do município, onde receberão o devido atendimento. Caso seja necessário, e o paciente precise de transferência por meio de uma UTI, ele continuará a receber o atendimento adequado, pois a regulação de Ponta Grossa permanece em vigor, o que também se aplica aos transportes aéreos.

CIMSAMU - O Consórcio Intermunicipal do Samu Campos Gerais (CimSamu) foi questionado sobre os atendimentos que serão realizados nas rodovias, e destacou que a responsabilidade agora é da concessionária atuante nos trechos do lote 1 ou 2. No entanto, os demais locais, ainda sem concessão, continuarão sendo realizados pelo Samu pelos próximos 240 dias. Além disso, foi informado que os atendimentos dentro da cidade seguem sendo feitos pelas equipes do Samu, como já acontece em Palmeira.

CONCESSIONÁRIA - Segundo a empresa Via Araucária, responsável pela concessão da BR-277, sua frota é composta por quatro guinchos pesados, seis guinchos leves, dois caminhões para resgate de animais, dois caminhões pipa para apoio ao Corpo de Bombeiros e 13 viaturas de inspeção de tráfego, totalizando 37 viaturas. A empresa ressaltou que está preparada para realizar o atendimento necessário nos trechos sob sua incumbência. “Desde 28 de fevereiro de 2024, foi iniciado de forma integral os serviços operacionais ofertados pela concessionária”, afirmou a Via Araucária.

PUBLICIDADE

Participe de nossos

Grupos de Whatsapp

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE