PUBLICIDADE

Imbituva analisa valores para viabilizar projeto do novo hospital

Elaboração do projeto estrutural está avaliada em torno de R$ 582 mil

Comissão responsável se reuniu para cumprir prazos legais na segunda-feira (7)
Comissão responsável se reuniu para cumprir prazos legais na segunda-feira (7) -

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Prefeitura de Imbituva deu mais um passo para viabilizar a construção de um novo Hospital Municipal. Na manhã de segunda-feira (7), a comissão responsável se reuniu para cumprir prazos legais e analisar a proposta de preço  da empresa habilitada para elaborar o projeto completo da nova estrutura. A empresa vencedora foi a MEP Arquitetura e Planejamento. Segundo a gestão local, o projeto será elaborado a um custo de aproximadamente R$ 582 mil.

A MEP realiza projetos de arquitetura, que englobam o estudo preliminar, projeto básico, projeto legal e projeto executivo. A empresa já atuou no planejamento de estabelecimentos de saúde, institucionais, industriais e de edificações complexas em geral. O empreendimento conta com projetos elaborados de acordo com a legislação sanitária e demais normas vigentes, com aprovação nos órgãos competentes, e coordenação e compatibilização dos projetos complementares. Seguindo o rito legal, nos próximos dias a expectativa é a do parecer jurídico final e, posteriormente, a contratação.

Recursos assegurados

A atual gestão já assegurou recursos para custear a construção de um novo Hospital Municipal. Ao todo, serão destinados R$ 10 milhões por meio do programa de Financiamento à Infraestrutura e Financiamento (Finisa). A licitação referente ao projeto está aberta e os envelopes devem ser abertos em setembro. “Já temos o dinheiro assegurado. Este é o maior compromisso da nossa administração. Hoje temos apenas um Pronto Atendimento e dependemos muito de outras cidades”, disse o prefeito Celso Kubaski (Cidadania). O gestor também revelou que, de acordo com a Caixa Econômica Federal, após a licitação das obras, a empresa vencedora tem dois anos para terminar a obra.

De acordo com o vice-prefeito, Zaqueu Bobato (Podemos), a expectativa é que a nova estrutura seja capaz de atender toda a demanda existente na cidade pelos próximos 15 anos. “O terreno que receberá as obras do novo hospital é de aproximadamente 9 mil m², no entanto, o edital protocolado prevê uma construção de 4 mil m². Neste sentido, a nossa administração já trabalha com a possibilidade de uma expansão no futuro”, explicou Bobato, em entrevista concedida ao Portal aRede e Jornal da Manhã, ainda em julho deste ano.

Com o novo hospital, a prefeitura pretende viabilizar um espaço capaz de ofertar a realização de cirurgias eletivas de menor complexidade. Ainda segundo o vice-prefeito, a intenção é, em longo prazo, transformar Imbituva em um município de referência para a região nos atendimentos vasculares e de ortopedia. A instalação de uma maternidade também está nos planos do novo projeto, que é considerado uma das maiores prioridades do atual governo.

Nova Farmácia Popular amplia atendimentos

A administração de Imbituva inaugurou, no mês de setembro, a nova estrutura da Farmácia Municipal. O espaço está localizado no Pronto Atendimento da cidade e terá funcionamento na modalidade 24 horas. O prefeito Celso Kubaski falou sobre a importância do projeto. “É um anseio antigo da população Imbituvense que, mesmo sendo atendido na rede básica do SUS, muitas vezes não tinha dinheiro para comprar medicamentos na rede privada de farmácias, principalmente nos finais de semana e feriados”, explicou. Durante a cerimônia de inauguração, o chefe do Executivo também exaltou o trabalho desenvolvido pelo vice-prefeito, Zaqueu Bobato, e a equipe de secretários.

Com informações da Assessoria de Imprensa.
PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE