PUBLICIDADE

Agência do Trabalhador de PG oferta 11 mil vagas de emprego

Órgão ofertou 11,2 mil vagas de emprego em 2022, valor que aumentou119% em relação às 5.122 vagas ofertadas no decorrer do ano anterior

Mais de 90 mil atendimentos foram realizados pela Agência do Trabalhador em 2022
Mais de 90 mil atendimentos foram realizados pela Agência do Trabalhador em 2022 -

Fernando Rogala

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

A Agência do Trabalhador de Ponta Grossa mais do que duplicou a quantidade total de vagas ofertadas aos trabalhadores em 2022, na comparação com 2021. No acumulado do ano passado, 11.268 oportunidades foram disponibilizadas a quem passou pela Agência, valor 119% superior às 5.122 vagas ofertadas no decorrer do ano anterior.  Esse crescimento na oferta de vagas também resultou no aumento do número de profissionais inseridos no mercado de trabalho, totalizando 3.984 pessoas colocadas, com carteira assinada. Na comparação com o ano imediatamente anterior (2021), quando 2.104 foram inseridos, o aumento foi de 89%. Os números do balanço final do ano foram divulgados nesta terça-feira pela Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional.

O aumento no número de vagas também despertou um interesse maior na população, que buscou mais a Agência do Trabalhador da cidade para intermediar uma vaga de emprego. Nos 12 meses, 91.018 pessoas compareceram até o órgão, valor quase 90% maior do que o número de interessados em 2021, que foi de 47,9 mil. Houve um aumento de 5.942 trabalhadores inscritos na Agência (86% a mais que em 2021), que agora passa a ter um total de 101.660 pessoas cadastradas.

Em meados de dezembro, em um balanço parcial do ano, a Agência se destacou como a terceira Agência do Trabalhador do Brasil que mais inseriu trabalhadores no mercado de trabalho, com 3.834 pessoas à época, valor que colocava a agência da cidade atrás apenas das de São Paulo (SP) e Manaus (AM), entre as municipalizadas.

Na avaliação da prefeita Elizabeth Schmidt, o crescimento econômico do período pós-pandemia impulsionou a geração de empregos na cidade e a oferta de novos vagas de emprego. “Durante a pandemia, muitos estabelecimentos precisaram fechar suas portas. Graças a uma série de políticas públicas tanto do município quanto do governo do Estado para a retomada da economia, o ponta- grossense conseguiu recuperar o seu faturamento e consequentemente expandiu a sua equipe, abrindo mais oportunidades de emprego”, disse.

O diretor da Agência do Trabalhador, Nilton Gomes, destaca o valor recorde de vagas ofertadas no ano passado, e já projeta um 2023 ainda mais promissor. “No decorrer do ano, buscamos prestar um serviço de qualidade aos nossos munícipes e parcerias de resultado, atitudes que possibilitaram um 2022 com recorde de oportunidades. Vamos manter as mesmas estratégias neste ano para proporcionar mais vagas de emprego efetivas”, reforça.

Busca pelo Seguro Desemprego cai 

Se por um lado houve um crescimento no número de vagas ofertadas e de pessoas inseridas no mercado de trabalho, por outro houve uma redução no número de pessoas que compareceram até à agência para a solicitação do seguro-desemprego. Nos 12 meses, o órgão recebeu 8.283 requisições do benefício, valor que caiu 12% em relação a 2021, quando 9.309 pessoas buscaram o atendimento com esse fim. Gomes explica que isso se deve à realocação de trabalhadores. “Aos poucos vem mudando a cultura do trabalhador. Após a rescisão, ele vem no intuito não de buscar o seguro, mas sim, de buscar a realocação. Pelo fato do mercado estar atrativo, eles buscam o retorno rápido ao mercado”. 

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE