PUBLICIDADE

Obras do Condomínio do Idoso iniciam na segunda-feira em PG

Empreendimento será composto por 40 moradias destinadas a pessoas com 60 anos ou mais

Com o projeto, o Governo do Paraná investirá mais R$ 4,4 milhões em recursos do tesouro estadual
Com o projeto, o Governo do Paraná investirá mais R$ 4,4 milhões em recursos do tesouro estadual -

Allyson Santos

@Siga-me
Google Notícias facebook twitter twitter telegram whatsapp email

As obras do novo Condomínio do Idoso devem ter início nesta segunda-feira (21), em Ponta Grossa. A informação foi divulgada pelo líder político José Elizeu Chociai, em publicação no Facebook. No comunicado, Chociai destaca que o projeto é “muito esperado pela região dos Campos Gerais”. Com o projeto, o Governo do Paraná investirá mais R$ 4,4 milhões em recursos do tesouro estadual em Ponta Grossa, por meio do programa Viver Mais.

Ele também exaltou o trabalho que viabilizou a constrção do novo conjunto habitacional. “Gostaria de agradecer imensamente ao deputado estadual Hussein Bakri (PSD), à prefeita Elizabeth Schmidt (PSD), aos colaboradores da Cohapar Curitiba e ao  Chefe do Escritório Regional, Engenheiro Ary Ribeiro Filho, por agilizarem todos os trâmites para que se tornasse possível o início da construção”, escreveu.

Detalhes do projeto

O empreendimento localizado no bairro Cará-Cará será composto por 40 moradias destinadas a pessoas com 60 anos ou mais, que poderão usufruir de um amplo espaço com estrutura de saúde, lazer e acompanhamento social pagando apenas um aluguel social. “É um projeto inovador. Este condomínio busca atender os idosos mais carentes, que muitas vezes gastam muito dinheiro com aluguel ou não conseguem um financiamento para ter a casa própria. Dificilmente os bancos financiam imóveis para quem tem mais de 60 anos”, afirmou o governador Ratinho Junior (PSD)

O gestor assinou a ordem de serviço referente ao projeto ainda em fevereiro de 2021. “É um projeto inovador. Este condomínio busca atender os idosos mais carentes, que muitas vezes gastam muito dinheiro com aluguel ou não conseguem um financiamento para ter a casa própria. Dificilmente os bancos financiam imóveis para quem tem mais de 60 anos”, afirmou o governador.

“Não é apenas a moradia, mas um conceito que garante um atendimento integral à terceira idade, criando um ambiente de convívio entre os moradores”, disse Ratinho Junior. “Eles terão a oportunidade de conviver com outros idosos, além de receber atendimento de médicos e psicólogos periódicos, além de equipamentos como academia ao ar livre e piscina aquecida. Eles viverão em um ambiente agradável, seguro e de qualidade”.

Moradias garantem qualidade de vida

As casas de alvenaria terão 42 metros quadrados e serão construídas em duplas, conjugadas. Os imóveis têm sala, cozinha, um quarto e um banheiro, além de uma lavanderia externa. As unidades também serão entregues com piso, acabamentos e todas as instalações elétricas e hidráulicas necessárias para o idoso iniciar a mudança de imediato.

Há três grandes particularidades para atender o perfil: as portas são maiores do que os projetos habituais da Cohapar, os banheiros terão barras de segurança e os acessos externos contarão com rampas, pensando também em uma rotina com cadeira de rodas.

Este também será o primeiro condomínio que contará com uma piscina aquecida para a prática de hidroginástica. Entre outros espaços, os futuros moradores terão acesso à academia, biblioteca, sala de informática e ambulatório básico

“Através de um convênio, o município vai oferecer o trabalho assistencial a essas pessoas. É obrigatório o atendimento médico semanal, de enfermagem três vezes por semana e o educador físico diariamente para que eles pratiquem atividades físicas”, explicou o presidente da Cohapar, Jorge Lange.

Com informações da Agência Estadual de Notícias

PUBLICIDADE

Conteúdo de marca

Quero divulgar right

PUBLICIDADE