Começa hoje o Congresso Internacional de Direito Processual

Ponta Grossa

03 de agosto de 2020 18:21

Da Redação


Relacionadas

Hospital Municipal de PG recebe R$ 197 mil em equipamentos

Com 124 casos de covid-19, PG volta a bater recorde

PRF flagra cigarro paraguaio em caminhão de mudança

Motorista sem CNH e bêbado derruba muro em acidente
Trio invade residência em PG e uma pessoa é presa
PM acaba com festa com mais de 120 pessoas em PG
Táxi bate contra poste e motorista foge do local
Antônio César Bochenek será um dos participantes do Congresso. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Todas as palestras ocorrem on-line às 18h, pela página do Facebook

Nesta segunda-feira (03), começa o maior “Congresso Internacional: Um tribunal para a América Latina e Caribe”. O evento organizado pelo Cescage e o Instituto Paranaense de Direito Processual (IPDP) ocorre até o dia 24 de agosto. Todas as palestras ocorrem on-line às 18h, pela página do Facebook: Um Tribunal Para América Latina e o Caribe. A inscrição é gratuita e o certificado de 60 horas, no valor de R$ 60 será disponibilizado após o evento. Inscrições podem ser feitas pelo site congresso.direitoprocessual.org. 

A  primeira palestra terá como tema “Justiça Transnacional, Cidadania Cosmopolita, Circulação de Pessoas e Biodiversidade – Patrimônio da América Latina e do Caribe para os Nacionais e para a Humanidade”, ministrada pelo presidente do IPDP, Desembargador do TJ-PR, Prof. PhD. Dr. José Sebastião Fagundes Cunha, vice-presidente do IPDP, Juiz Federal, Dr. Antônio César Bochenek e Dr. Francisco Artêmio Tavará Córdova, membro da Suprema Corte do Peru.

O evento contará com debates sobre os sistemas judiciários da América Latina e palestras com membros renomados nacional e internacionalmente das Cortes dos diferentes países do Continente.  O objetivo do evento é discutir a possibilidade de criação de um Tribunal de Justiça que engloba sistemas jurídicos e policiais das nações latino-americanas, assim como alternativas de integração e parcerias em diferentes áreas, como Meio Ambiente, Criminalidade e Relações Internacionais.

PUBLICIDADE

Recomendados