PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Rudolf viabiliza doação de projeto de interiores para HU

Ponta Grossa

03 de julho de 2020 20:21

Dhiego Tchmolo


Relacionadas

Centro de Estética revoluciona com a Cápsula Sauna de Ozônio

Câmara aprova recursos para a Assistência Social de PG

Pediatra Elaine Martins recebe título de cidadã honorária de PG

Plano de Saúde São Camilo promove ação com o Hemepar
UPA emite carta pública e reafirma situação crítica em PG
PG confirma mais 9 mortes decorrentes do coronavírus
Secretaria de PG admite que aulas podem parar
Estruturação de um novo lounge de convivência e uma brinquedoteca para o espaço Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Projeto foi doado pela Pietà Arquitetura e Móveis de Interiores após intermediação do vereador e contempla novo lounge de convivência e brinquedoteca para hospital

O Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais (HU) recebeu durante a semana a doação de um projeto de revitalização de interiores.  A proposta viabiliza a estruturação de um novo lounge de convivência e uma brinquedoteca para o espaço. O projeto foi construído pela Pietà Arquitetura e Móveis de Interiores, sob intermediação do vereador Rudolf Polaco (PSL). A entrega do plano de revitalização foi feita na quinta-feira (3) aos diretores do hospital e ao reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Miguel Sanches Neto, com a presença da arquiteta responsável, Ayumi Sumikawa Mandes.

O projeto traça estratégias para a aquisição de móveis e organização do espaço atual, com o objetivo de promover mais conforto aos pacientes e familiares. De acordo com o vereador, a ideia é obter parcerias com empresas para a concretização do lounge e da brinquedoteca. “É mais um trabalho que envolve a parceria privada para auxiliar o atendimento público. Quando conseguimos reunir os dois lados trabalhando por um bem comum, o resultado é positivo”, explica. Rudolf ainda parabenizou a iniciativa da Pietá em doar o projeto, além do apoio da UEPG na produção da proposta.

O vereador acredita se tratar de uma execução viável, se todos os envolvidos se empenharem no processo. “É um benefício para as famílias, que terão mais conforto e comodidade em momentos muitas vezes difíceis. Nestas situações, todo tipo de apoio é válido”, explica.

Informações da assessoria de imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados