Decreto determina ‘Toque de Recolher’ até o dia 16 de julho

Ponta Grossa

02 de julho de 2020 14:45

Da Redação


Relacionadas

PG registra 27 novos casos e um óbito por Coronavírus

Colisão carro e moto deixa um ferido na Siqueira Campos

Elizabeth visita agentes da Patrulha Maria da Penha

PG é a cidade com mais casos ativos da Covid no interior
Veículo que fugiu após acidente era roubado, diz PM
Comércio de PG prevê grande movimentação hoje
Fiscalização notifica 17 eventos particulares em PG
Estabelecimentos comerciais não poderão abrir das 23h às 6 horas. Foto: Arquivo aRede
PUBLICIDADE

Medida passa a valer a partir desta sexta-feira, e segue até a quinta-feira do dia 16

Foi publicado, na tarde desta quinta-feira (2), no Diário Oficial do Município de Ponta Grossa, o decreto de número 17.452, que limita atividades no período noturno, popularmente chamado de ‘Toque de Recolher’. Em função da pandemia do novo coronvírus, como método de frear a disseminação da doença, o município irá proibir, a partir desta sexta-feira (3), a circulação de pessoas nas vias públicas da cidade das 23h às 6 horas, bem como impedir a abertura de estabelecimentos comerciais nesse período. Conforme o decreto, a medida vale para todos os próximos 14 dias, entre 3 e 16 de julho. Para quem desrespeitar, a multa prevista neste artigo é de 10 VR (Valor de Referência), equivalente a R$ 837,90, aplicada às pessoas físicas e jurídicas.

Serviços essenciais ficam de fora da aplicação do decreto. Portanto, poderão funcionar, no horário mencionado, serviços médicos e hospitalares; farmácias e laboratórios; serviços funerários; serviços de segurança pública ou privada; serviços de táxi e aplicativos; serviços de fiscalização; serviços de “delivery”; transporte de cargas, principalmente gêneros alimentícios; comercialização de medicamentos, alimentos e bebidas pelo sistema delivery; serviços de telecomunicação; serviços da indústria; postos de combustíveis, sem o funcionamento da loja de conveniência; e serviços de imprensa.

Além disso, outros artigos delimitam que os serviços de alimentação (restaurantes e similares) funcionarão até às 23 horas, e após este horário poderão funcionar somente com “delivery”. As lojas de conveniência, “disk bebidas” e similares funcionarão somente até as 23 horas, sendo vedado o atendimento por “delivery” ou “take away” após este horário. Para encerrar, o decreto determina que é expressamente proibida a aglomeração de pessoas em postos de combustíveis ou quaisquer espaços públicos ou privados.

PUBLICIDADE

Recomendados