Choque e PRF apreendem caminhão cheio de cigarros

Ponta Grossa

05 de junho de 2020 09:31

Da Redação


Relacionadas

Polícia prende homem após assalto na Carlos Cavalcanti

Polícia Militar prende trio com drogas na BR-376

Com ajuda de repórter, tucano é resgatado na Vila Marina

Homem é preso após aplicar marteladas na cabeça do vizinho
Com depressão, mulher coloca fogo na própria casa
Fiscalização flagra quatro locais abertos em PG
PG ganha destaque mundial por ações de proteção animal
PUBLICIDADE

Ação conjunta na tarde desta quinta resultou na prisão de um suspeito de contrabando e na apreensão da carga de cigarros contrabandeados

Mais de 725 mil carteiras de cigarro contrabandeadas do Paraguai foram apreendidas em menos de 24 horas na região dos Campos Gerais. As operações comandadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) aconteceram entre quarta (3) e quinta-feira (4) em Irati e Ponta Grossa, respectivamente. No segundo caso, houve a colaboração da equipe do Pelotão de Choque do 1º Batalhão de Polícia Militar.

Na apreensão realizada em Ponta Grossa, um caminhoneiro desobedeceu a ordem de parada da PRF e deu início a uma perseguição pela Avenida Souza Naves (trecho urbano da BR-373), no bairro Chapada. A viatura do Choque estava perto da região e conseguiu encontrar o veículo, dando início ao acompanhamento ao lado da PRF. O motorista dirigiu em alta velocidade e chegou a jogar o caminhão contra as viaturas, mas ninguém ficou ferido.

Já no perímetro urbano da cidade, o veículo foi abordado e o condutor de 26 anos foi preso em flagrante. Na carreta, os policiais encontraram grande quantidade de cigarros paraguaios. O motorista foi conduzido à delegacia da Polícia Federal e a carga foi transportada até a sede da Receita Federal de Ponta Grossa, onde ficará armazenada até ser destruída.

Essa grande apreensão soma-se à outra realizada na quarta-feira, em Irati, quando a PRF apreende 150 caixas de cigarro. No total, em apenas 24 horas, a polícia retirou de circulação cargas avaliadas em R$ 4 milhões em produtos contrabandeados.

PUBLICIDADE

Recomendados