Cor de colete de prefeito é tema de debate na Câmara

Ponta Grossa

07 de abril de 2020 14:17

Da Redação


Relacionadas

DAF abre 30 vagas de emprego em Ponta Grossa

Ciclista Henrique Panzarini dará nome a rua em Ponta Grossa

Ponta Grossa entra em clima de Natal; Veja fotos

Professores do Regente Feijó são contra teste do PSS
Liminar suspende obras e pode causar 2 mil demissões
Comitê se reúne hoje para debater restrições em PG
Professor da UEPG realiza lançamento de livros online
Colete laranja do prefeito preocupa vereadores de Ponta Grossa Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Chefe do Executivo foi criticado por não tirar mais o colete, na sessão da Câmara de segunda-feira, por opositores

O prefeito Marcelo Rangel (PSDB) ergueu o tom de voz na manhã desta terça-feira (7), depois que alguns vereadores da Câmara, na sessão de segunda-feira (6), usaram o precioso espaço para caçoa-lo, por causa do colete laranja. Insinuaram que ele deveria usar uma ‘melancia’ no pescoço.  O chefe do Executivo, que vem se destacando entre os gestores brasileiros pela postura firme e por adotar medidas eficazes contra o avanço do coronavírus, didaticamente explicou aos opositores a razão do uso do colete

“Alguém falou em tom de deboche: Qual é a razão do prefeito usar aquele colete "ridículo" laranja. Deveria usar uma melancia, que ficaria melhor. Pois bem: a convenção mundial de defesa determina que quando o chefe da Defesa Civil (prefeito municipal) , usa o colete de emergência, significa que a Cidade, o estado ou o país, estão em estado de calamidade pública, ou de emergência grave, e serve como referência para os cidadãos, que a cidade está em risco de vidas”, explicou.

Em sua página na rede social, Rangel complementou a explicação: “Ou seja, para mostrar que não estamos brincando, e que uma palavra, ou uma ação assinada ou adotada pelo Prefeito, pode ser responsável por salvar vidas! Estamos em estado de calamidade pública. E este colete "ridículo" serve para as pessoas não esquecerem disso”.

PUBLICIDADE

Recomendados