Promoção aRedeShopping
Cor de colete de prefeito é tema de debate na Câmara

Ponta Grossa

07 de abril de 2020 14:17

Da Redação


Relacionadas

Rangel decide reabrir Lago de Olarias ao público

Motociclista sofre lesão após acidente em Uvaranas

PRF apreende drogas e celulares em ônibus na BR-376 em PG

Prefeitura licita R$ 5 mi para ciclovia entre PG e Itaiacoca
PG oferece abrigo para pessoas em situação de rua durante frio intenso
Professora lança cartilha sobre Neuroaprendizagem
Agência do Trabalhador reabre com restrições no atendimento
Colete laranja do prefeito preocupa vereadores de Ponta Grossa Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Chefe do Executivo foi criticado por não tirar mais o colete, na sessão da Câmara de segunda-feira, por opositores

O prefeito Marcelo Rangel (PSDB) ergueu o tom de voz na manhã desta terça-feira (7), depois que alguns vereadores da Câmara, na sessão de segunda-feira (6), usaram o precioso espaço para caçoa-lo, por causa do colete laranja. Insinuaram que ele deveria usar uma ‘melancia’ no pescoço.  O chefe do Executivo, que vem se destacando entre os gestores brasileiros pela postura firme e por adotar medidas eficazes contra o avanço do coronavírus, didaticamente explicou aos opositores a razão do uso do colete

“Alguém falou em tom de deboche: Qual é a razão do prefeito usar aquele colete "ridículo" laranja. Deveria usar uma melancia, que ficaria melhor. Pois bem: a convenção mundial de defesa determina que quando o chefe da Defesa Civil (prefeito municipal) , usa o colete de emergência, significa que a Cidade, o estado ou o país, estão em estado de calamidade pública, ou de emergência grave, e serve como referência para os cidadãos, que a cidade está em risco de vidas”, explicou.

Em sua página na rede social, Rangel complementou a explicação: “Ou seja, para mostrar que não estamos brincando, e que uma palavra, ou uma ação assinada ou adotada pelo Prefeito, pode ser responsável por salvar vidas! Estamos em estado de calamidade pública. E este colete "ridículo" serve para as pessoas não esquecerem disso”.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização