Oferta aRedeShopping
Prefeitura de PG descarta vacinação domiciliar contra H1N1

Ponta Grossa

31 de março de 2020 16:33

Afonso Verner


Relacionadas

Ibope estende pesquisa sobre a Covid-19 em PG nesta sexta

Unidades de Saúde passam a realizar testes rápidos

Carro bate em outros dois e capota em rua de PG

Apoio a torneio de taekwondo rende homenagem à Prefeitura
PG possui 151 Pontos de Entrega Voluntária
Família de Cíntia diz que 'justiça foi feita'
Professor salva cachorro do ataque de cães Pitbull
Foto: Divulgação / PMPG
PUBLICIDADE

Apenas idosos acamados podem solicitar a aplicação em casa. Campanha segue até o próximo dia 16

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa (PMPG) emitiu um posicionamento oficial sobre as filas registradas em alguns pontos de vacinação da campanha contra o H1N1 nesta terça-feira (31). Segundo a nota divulgada pela assessoria de imprensa, o público-alvo da campanha, pessoas acima de 60 anos, chega a 33 mil pessoas, o que torna inviável a aplicação domiciliar das vacinas.

A nota foi emitida depois que lideranças políticas, entre elas o vereador Walter José de Souza, o Valtão (PP), o ex-deputado estadual, Marcio Pauliki (SD), criticaram a aglomeração formada em alguns dos pontos de vacinação. Na mesma nota, a Prefeitura informou ainda que idosos acamados podem ligar e solicitar agendamento da sua aplicação através do 3220-1060, ramais 4776,4777 e 4778. As equipes analisam e marcam o procedimento.

“Ponta Grossa, assim como outros municípios, realiza a campanha de forma que os idosos tenham facilidade de chegar até os pontos de vacinação. Para esta campanha contra Influenza foi adotada uma estratégia diferente dos outros anos, onde está sendo realizado a aplicação extra-muro, ou seja, em lugares abertos e que o público-alvo não fique aglomerado, por isso não são nas salas de vacina de rotina”, diz a nota. 

“Todos os 15 pontos de vacinação contam com profissionais qualificados para atender e orientar a população alvo. Nos locais está sendo repassado a distância que cada um deve ter e aplicada todas as recomendações sobre aglomeração”, informa o documento. 

PUBLICIDADE

Recomendados