Oferta aRedeShopping
Buzinaço em PG contou com mais ‘fake news’

Ponta Grossa

27 de março de 2020 18:39

Afonso Verner


Relacionadas

Palladium tem dicas de presentes para os namorados

Unidades de Saúde passam a realizar testes rápidos

Carro bate em outros dois e capota em rua de PG

Apoio a torneio de taekwondo rende homenagem à Prefeitura
PG possui 151 Pontos de Entrega Voluntária
Família de Cíntia diz que 'justiça foi feita'
Professor salva cachorro do ataque de cães Pitbull
PUBLICIDADE

Durante o movimento, lideranças chegaram a afirmar que autônomo teria se suicidado por conta da quarentena

A carreata organizada em Ponta Grossa pela abertura do comércio contou com mais notícias e informações falsas. Durante o encontro, o grupo chegou a divulgar que o governador do Estado, Ratinho Junior (PSD), havia autorizado a reabertura das escolas - dado falso. Além disso, no carro de som que ‘comandava’ a manifestação também foi divulgada a informação de que um autônomo da cidade teria se suicidado por conta da quarentena no comércio.

Mas como mostrou a reportagem do portal aRede, a própria família de Joel Silvestrini, refutou que o autônomo tenha tirado a própria vida por conta dos problemas econômicos. Joel, de fato, era autônomo e vendia caldo de cana na região do Santa Paula, mas ele também sofria com a depressão - a versão foi exposta pela filha de Joel nas redes sociais. 

Mesmo assim, durante a carreta em frente à Prefeitura, os manifestantes cobraram o prefeito Marcelo Rangel (PSDB). “Nós já tivemos casos de suicídio aqui de empresário informal que foi impedido de trabalhar”, destacou o manifestante durante o protesto (assista o vídeo no Player acima). Ao contrário das pressões, Rangel garante que o comércio só deve voltar a funcionar no dia 6 de abril.

PUBLICIDADE

Recomendados