PM-PR decreta luto após morte de policial em Telêmaco Borba

Ponta Grossa

21 de fevereiro de 2020 15:48

Afonso Verner


Relacionadas

Conselho da UEPG mantém calendários suspensos

Preço da gasolina cai 17% em PG e chega a R$ 3,50

Lojas de PG irão abrir as portas nesta sexta-feira

Moradores da Vila Velha recebem cestas básicas
Grupo de jovens de PG produz máscaras de proteção
ACIPG oferece treinamentos emergenciais durante pandemia
Vereadores cantam e dançam na Câmara de PG
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

26º Batalhão da Polícia Militar emitiu nota oficial após a morte do soldado Welinton Rafael Moreira

O 26º Batalhão da Polícia Militar emitiu uma nota de pesar pelo falecimento de Welinton Rafael Moreira na madrugada desta sexta-feira (21). O soldado morreu em confronto com bandidos na região central de Telêmaco Borba - o policial foi ferido com um tiro no peito, chegou a ser levado ao Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mas não resistiu. A Polícia Militar do Paraná (PM-PR) decretou luto oficial por três dias. 

“A perda de um irmão de farda, que sempre demonstrou profissionalismo, competência e bom ânimo a todos que desfrutaram de sua presença, partindo tão cedo e tão jovem no cumprimento de sua missão, sem dúvida alguma nos deixa perplexos e enlutados”, diz a nota. “Neste momento nos unimos em oração com a família Policia Militar, pedindo que Deus possa dar alento ao coração da família para que esta perda possa ser compreendida com a esperança do conforto de Deus”, diz a publicação nas redes sociais. 

Já o Péricles de Matos, comandante geral da PM no Paraná, emitiu uma nota sobre o assunto. “Hoje amanhecemos em luto, com o coração apertado e amargurado pela perda de um valoroso e honrado militar estadual! A perda nos conduz à profunda tristeza e nos faz refletir sobre uma triste realidade”, diz a nota.

Documento fala sobre "triste realidade"

“Enquanto o policial-militar procura agir com técnica e respeito aos direitos humanos para proteger a integridade das pessoas, sendo inclusive fiscalizado e cobrado diariamente nos rigores da lei, a bandidagem não tem qualquer freio ético e moral, não exita, ofende a qualquer momento os bens jurídicos mais relevantes do cidadão, reage imediatamente, coloca em risco a todos em sua volta, independente de quem possa vir a fazer mal!”, destaca o documento. 

“Isto revela o imenso valor de um policial-militar, da sua abnegação, da sua coragem, da sua honradez, da sua condição de herói anônimo! Sd Welinton Rafael Moreira é o nosso herói que segue ao plano superior, que sacrificou a vida no cumprimento do dever, agindo com o espírito dos corajosos para nos deixar a lição de que ser policial é tarefa para poucos! Estará para sempre nas nossas lembranças revelando o alto valor de se ostentar uma farda na defesa da sociedade. A sua lembrança estará sempre marcada na nossa história, com elevado respeito e homenagem de cada integrante de nossa amada PMPR”, informa Péricles. 

“Na luta do bem contra o mal, hoje fomos atingidos, mas, ainda enlutados, de coração partido, continuaremos na nossa batalha diária porque as pessoas de bem necessitam da Polícia Militar para que possam prosseguir em seus objetivos, afastados da mazela e do caos social! Rogo a Deus que conforte o coração dos familiares do guerreiro honrado Soldado Welinton, cujas lembranças estarão gravadas para sempre no coração da família miliciana”, destaca o comandante geral da PMPR.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização