Feira Verde inicia atividades nas escolas de PG em março

Ponta Grossa

20 de fevereiro de 2020 19:20

Da Redação


Relacionadas

Comerciantes são atacados por bandidos em PG

Paraná alinha modelagem do novo Anel de Integração

Mulher invade casa do ex-marido e entrega armas à PM

Equipe do Pronto Socorro encontra drogas com paciente
Temperatura em PG fica negativa pelo segundo dia seguido
Sala do Empreendedor amplia canais de atendimento remoto
Piloto de moto fica ferido em acidente na frente do 13º BIB
As instituições interessadas em participar do programa já podem entrar em contato para agendar um horário Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

As instituições interessadas em participar do programa já podem entrar em contato para agendar um horário

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Prefeitura de Ponta Grossa (Smapa) já prepara os ajustes finais para começar as palestras de sensibilização da Feira Verde na Escola já neste mês de março. O projeto é um complemento do programa Feira Verde que começou no dia 17 de fevereiro e tem o intuito de trabalhar a importância da reciclagem e da segurança alimentar com os alunos de instituições municipais, estaduais e privadas, 

Os representantes de escolas e colégios interessados em participar devem entrar em contato com a Smapa e agendar um horário para que as equipes de trabalho passem com os caminhões recolhendo os materiais recicláveis e disponibilizado frutas, verduras e legumes para os alunos.

“Para nos enviar a solicitação, é necessário que os diretores estejam atentos ao calendário do Feira Verde pois os caminhões precisam estar na região em que a escola se localiza. Isso porque a gente aproveita as equipes que estão no bairro para ir às escolas. Nós não tiramos os caminhões da rota para não atrapalhar o projeto”, explica a assessora de Projetos da Smapa, Gianna Banat.

A atividade do programa nas escolas consiste em uma palestra teórica e uma ação prática, onde os alunos realizam a troca dos materiais junto ao caminhão utilizado no Feira Verde. A cada quatro quilos de materiais recicláveis entregue pelos alunos, cada um terá direito a um quilo de alimento.

“Além de direcionar os alimentos para os próprios alunos a instituição também pode optar em fazer uma ação de doação para alguma entidade do nosso município, com as frutas, verduras e legumes adquiridos. É legal o trabalho que realizamos com eles e a cada ano conseguimos sensibilizar e alcançar mais crianças com o projeto”, ressalta Gianna.

De acordo com a Smapa, de 2014 até 2019, 6 mil estudantes foram sensibilizados com a ação do Feira Verde na Escola. Para o secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Bruno Costa, o projeto é um importante instrumento para conscientizar as crianças sobre a importância da reciclagem e de garantir a elas uma alimentação mais saudável, vinda dos próprios produtores rurais do município.

“É essencial trabalhar a questão da sustentabilidade com as crianças e adolescentes para que desde cedo eles tenham noção sobre a necessidade da reciclagem e de consumir alimentos naturais, como frutas, verduras e legumes. O aprendizado que eles podem obter com o projeto pode servir para que eles conscientizem também os pais e os amigos com quem convivem. A Smapa acredita neste projeto porque tem resultado. E quanto mais trocas forem realizadas, maior é a garantia de que os alimentos dos produtores rurais do nosso município estão sendo aproveitados”, destaca Bruno.

Os representantes das instituições de ensino interessados em participar do projeto já a partir de março podem entrar em contato com a Smapa pelo telefone 3220-1000 ou pelo (42) 99955-1607 e falar com Gianna.

Com informações da Assessoria de Imprensa.

PUBLICIDADE

Recomendados