Prefeitura revela data para entrega do Lago de Olarias

Ponta Grossa

19 de fevereiro de 2020 19:50

Afonso Verner


Relacionadas

Comerciantes são atacados por bandidos em PG

Paraná alinha modelagem do novo Anel de Integração

Mulher invade casa do ex-marido e entrega armas à PM

Equipe do Pronto Socorro encontra drogas com paciente
Temperatura em PG fica negativa pelo segundo dia seguido
Sala do Empreendedor amplia canais de atendimento remoto
Piloto de moto fica ferido em acidente na frente do 13º BIB
Marcelo Rangel (PSDB) garantiu que o local será ‘lançado’ no próximo dia 22 de março, dia mundial da água. Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Marcelo Rangel (PSDB) garantiu que o local será ‘lançado’ no próximo dia 22 de março, dia mundial da água.

A Prefeitura Municipal de Ponta Grossa deve inaugurar o Parque de Olarias no próximo dia 22 de março, Dia Internacional da Água. A informação se tornou pública durante um discurso do prefeito Marcelo Rangel (PSDB) nesta quarta-feira (19) - Rangel fez o anúncio durante a cerimônia de assinatura do contrato de concessão do Parque de Vila Velha à iniciativa privada. Ele também fez o convite ao deputado estadual Hussein Bakri, que estava presente no evento na Vila Velha, para participar do lançamento do Lago, por todo o apoio dado para que o projeto saísse do papel.

Desde janeiro, a Prefeitura organiza uma espécie de ‘força-tarefa’ para conseguir entregar as obras do Lago de Olarias à comunidade ponta-grossense até o final de março. Rangel pediu o apoio e o empenho dos diferentes setores do município para viabilizar a entrega do local até o final do primeiro trimestre deste ano. 

Também em janeiro, a reportagem do portal aRede e do Jornal da Manhã apurou junto a Secretaria de Planejamento e Infraestrutura do município que o prazo de entrega, que antes era o mês de abril, será adiantado para o final de março. A obra do Lago é um projeto que já tem mais de duas décadas, mas só foi retirado do papel por Rangel em 2013, quando o prefeito iniciava o primeiro mandato no cargo. 

A obra prevê a construção de um parque infantil, um deck de madeira já instalado, uma ciclovia, pista de caminhada, calçada para pedestres, praça, estacionamento, anfiteatro com arquibancada, academia ao ar livre, além de todo o trabalho de paisagismo. De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura, a construção do Lago e da estrutura no entorno já recebeu cerca de R$ 15 milhões, incluindo investimentos de gestões anteriores. 

“Estamos prestes a entregar uma das nossas maiores conquistas, que é o Lago de Olarias, um espaço destinado ao lazer dos moradores da região e de toda a cidade, e que também vai ofertar diversas atividades gratuitas, como pista de caminhada e ciclismo, equipamentos para a prática esportiva, espaço para a realização de eventos culturais e que será um dos principais pontos turísticos de Ponta Grossa, valorizando ainda mais nossa cidade”, disse Rangel. 

O prefeito foi muito criticado quando retomou a obra, em 2013, assim como também foi criticado quando decidiu investir no Aeroporto Sant’ana - dois investimentos que foram questionados por críticos da gestão de Marcelo. Segundo Marcio Ferreira, secretário de Serviços Públicos, foram distribuídas funções para que a finalização da obra seja concluída no tempo estipulado. Além disso, o efetivo de Meio Ambiente, por sua vez, vai ser responsável por ajudar no plantio de 50 mil m² de grama no local. “Além disso, a Afepon vai contribuir com melhorias na iluminação. Cada um fará sua parte”, disse Marcio. 


Guarda Municipal deve ter base no local

O complexo do Lago de Olarias deverá contar também com uma base da Guarda Municipal (GM) - o projeto futuro é para que o local receba a sede da GM, hoje na região do bairro Maria Otília. Em um primeiro momento, a Guarda deverá se instalar em um prédio já existente no local, até a construção da nova sede, obra orçada em mais de R$ 4 milhões. A presença da GM no local tem como intenção trazer mais segurança à região que, atualmente, sofre com vandalismo e outros crimes.

PUBLICIDADE

Recomendados