PRF retém caminhões com excesso de peso em PG

Ponta Grossa

17 de fevereiro de 2020 11:41

Da Redação


Relacionadas

Casos de Covid-19 são maioria entre adultos no PR

Família procura por cadela desaparecida no Esplanada

Registros de violência contra a mulher caem em PG

Rangel brinca com comentário na live de Marília Mendonça
Advogado de PG divulga e-book para detalhar a MP 936
Advogadas comentam liminar que dá poder aos sindicatos
PG registra três roubos a comércio em um dia
Carga em excesso de 32 toneladas deverá ser transportada para outro caminhã Foto: Divulgação/PRF
PUBLICIDADE

Somados, os dois veículos estavam com 32 toneladas acima do permitido e também não tinham a documentação necessária para transitar na rodovia

Dois caminhões foram retidos quando passavam em frente ao posto Caetano da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Ponta Grossa. Os veículos transportavam toras de madeira e estavam com 32 toneladas acima do peso máximo permitido, segundo informou a polícia. A abordagem aconteceu na BR-373 por volta das 8h30 desta segunda-feira (17).

Os veículos tinham placas de Timbó (SC) e deveriam entregar a carga em Telêmaco Borba (região dos Campos Gerais). Durante a fiscalização, os policiais descobriram que o primeiro caminhão tinha capacidade para 57 toneladas, mas transportava 73,5 mil quilos – excesso de 16,5 toneladas. O segundo veículo poderia levar até 50 toneladas de carga, mas foi flagrado com 66 mil quilos.

Além da sobrecarga, também foi constatado pela PRF que os veículos não tinham Autorização Especial de Trânsito (AET) por possuírem mais de 19,8 metros de comprimento. Os caminhoneiros foram autuados por excesso de peso e por falta de AET e, em seguida, foram levados ao pátio terceirizado da PRF para o transbordo da carga em excesso e demais regularizações.

A PRF informou que um dos motoristas foi autuado em R$ 4,3 mil, enquanto o outro recebeu a multa de R$ 4.190. Os veículos permanecerão no pátio até que a carga em excesso seja levada para outro veículo e que os condutores obtenham a AET.

A PRF alerta que o excesso de peso potencializa o risco de acidentes fatais, diminui a vida útil do asfalto, além de causar danos na mecânica do caminhão, facilita o tombamento da carga e do veículo e diminui consideravelmente a velocidade do caminhão e o tempo de resposta em caso de emergências.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização