Moda 2021: Do romantismo à casualidade, dos clássicos que não saem de moda

Mix

09 de janeiro de 2021 05:30

Da Redação


Relacionadas

Crônicas dos Campos Gerais: ‘Criança diz cada uma’

Meyrielen Mendes é eleita Miss Ponta Grossa 2021

2021 será marcado pelo novo ciclo da moda

Coluna 'Na Trilha da Fé: Pastoral da Criança: a cara da Igreja
Espaço Cultural Pôr do Sol promove live neste sábado
Crônicas dos Campos Gerais: ‘Simples e bom’
Coletivo musical Fora da Caixa lança videoclipe ‘Arizona’
PUBLICIDADE

Confira a Coluna dessa semana do mundo da Moda com Silvana Hass

Como esquecer o nome de Gabrielle Bonheur Chanel, criadora de uma das marcas mais valiosas do mundo da moda. Em sua trajetória de trabalho fez um laço entre a inovação e seu nome, o que resultaria em uma própria tradução de moda e sofisticação.

Suas contribuições para reinventar a moda feminina são lembradas até hoje: saias que mostravam o tornozelo, “pérolas” que destacavam os pescoços. Essas são apenas algumas das marcas eternizadas pela ousadia da estilista. O ano de 1921 foi marcado pelo lançamento do icônico perfume Chanel N˚5, é até hoje o perfume mais vendido em todo o mundo.

Ela sempre acreditou que no universo da moda não poderia se resumir em usar vestidos para conquistar um bom casamento, onde o uso obrigatório de corpetes apertados e saias pesadas com seus muitos babados traduziam a mulher em um vaso de adorno.

Isso motivou esta leonina a assumir uma mudança contra esses códigos de vestuário, impostos pela sociedade da época, lembrando que ela defendia os direitos das mulheres, sem ser feminista.  Sendo assim, ela com sua própria convicção libertou as mulheres de faixas e corpetes quase irrespiráveis, e impactou os padrões de beleza.

Assim surge um novo estilo de se vestir, liberdade e poder para as mulheres, permitindo que todas usassem trajes de maneira simples, e revolucionando usos e costumes de um século de ditadura da moda.

Hoje além de homenagear esta mulher que foi uma das mais influentes da história, nossa matéria é sobre o uso das pérolas que “Chanel “, e como se introduziu no mercado e mostrar que tais clássicos se renovam.

Voltando aos fatos e ao tema, como as pérolas retornam se são atemporais? A própria pergunta já nos responde, são atemporais. Seria eu, negligente citar que tal clássico estaria fora de uma temporada, pois são utilizadas em todas as coleções, o que muda é a forma e as maneiras de aplicação, o que chamamos de tendência.

Desta vez, as pérolas se destacam como colares, ou aplicadas em peças de roupas. Sendo mais especifica, em acessórios como: bolsas bordadas em pérolas e principalmente, em sapatos, sejam estes abertos ou fechados, onde as pérolas se apresentam como joias aos seus pés.

Finalizo com a frase da própria Gabrielle Bonheur Chanel. “Moda não é somente roupa. A moda está no ar, é o vento que a traz; está no céu, na terra; a moda tem a ver com as ideias, o modo de vida, o que está acontecendo."

PUBLICIDADE

Recomendados