Região participa de seminário sobre Lei Aldir Blanc

Mix

07 de julho de 2020 17:40

Da Redação


Relacionadas

Os Desafios dos museus em tempos de Pandemia

Vestidos: Elegância e estilo para todas as ocasiões

Gigaleak: o controverso vazamento da Nintendo

Nova versão de 'Mulan' será lançada diretamente no Disney+
Crônicas dos Campos Gerais: ‘O menino que vi’
Pizzaria Halley lança promoção em pizzas e calzones
Criador do Festival de Teatro estará no Aula Show
Dirigentes da macrorregião dos Campos Gerais, composta por 23 municípios, participaram de webconferência Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Dirigentes da macrorregião dos Campos Gerais, composta por 23 municípios, participaram de webconferência

Após sanção do presidente Jair Bolsonaro, a Lei Aldir Blanc, de apoio emergencial à cultura, voltou a pauta dos gestores da região. Desta vez, dirigentes da macrorregião dos Campos Gerais, composta por 23 municípios, participaram de webconferência na tarde da última segunda-feira. O encontro está sendo realizado em todas as oito macrorregiões do Estado. Durante a reunião desta segunda, a superintende  geral de Cultura do Estado, Luciana Casagrande Pereira apresentou aspectos da lei, suas interpretações, além de pesquisa dos sistemas culturais da região. "A lei ainda não foi regulamentada, por isso estamos dando sugestões com estratégias na utlização dos recursos e ouvindo os gestores", explica.

Para a superintendente, essa descentralização de recursos, possibilitada por meio da Lei, é de suma importância para os municípios, que além de poder auxiliar artistas e produtores culturais com o recurso, deverão destinar verba para o fomento cultural. Para facilitar aos gestores, a Secretaria de Estado disponibiliza um Banco de Projetos que pode auxiliar na construção.

Quanto ao auxílio emergencial aos produtores culturais, a diretora de cultura do Estado, Elietti Vilela destacou que o Governo fará um chamamento público para identificar quem pode ser beneficiado. "Faremos uma ampla divulgação no Estado", disse. A plataforma do Estado possibilitará ao município a validação das informações colocadas pelos artistas.

PUBLICIDADE

Recomendados