Globo tem “O Anjo de Hamburgo” como uma de suas produções mais arrojadas

Mix

15 de fevereiro de 2020 05:00

Da Redação


Relacionadas

Live de Marília Mendonça quebra recorde mundial

O jornalismo diferente que se destaca na TV

Depois que tudo passar, programação da Globo sofrerá necessários ajustes

Netflix lança mais recursos para controle dos pais
Crônicas dos Campos Gerais: ‘Cosmogonias subalternas’
Globo analisa também paralisar exibição do ‘É de Casa’
Lives de sábado: saiba quais artistas farão shows online
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

A Globo concluiu em Buenos Aires a principal etapa de gravações da série de época “O Anjo de Hamburgo”, protagonizada por Sophie Charlotte e Rodrigo Lombardi.


Depois de uma folga para o elenco, os trabalhos terão sequência nos Estúdios Globo, no Rio, para terminar em meados de março. Previsão de lançamento mundial na LA Screenings, nos Estados Unidos, em maio.

Na dramaturgia da Globo há uma aposta muito forte em torno de “O Anjo de Hamburgo” e o avanço que ela poderá representar nas pretensões de ampliar seu mercado no mundo.

Aliás, uma das principais exigências na montagem do elenco foi que todos tivessem um inglês fluente.

A série, realizada em parceria com a Sony Pictures Television, conta a história de Aracy de Carvalho, papel de Charlotte, mulher de Guimarães Rosa, que arriscou sua vida para salvar centenas de judeus na Alemanha nazista.

“Hamburgo” também retrata um dos principais e mais tristes momentos da história mundial, “A Noite dos Cristais”, na noite do dia 9 para 10 de novembro de 1938. A ação foi marcada pela destruição de símbolos judaicos. Sinagogas, casas comerciais e residências de judeus foram invadidas e seus pertences destruídos. Milhares foram torturados, mortos ou deportados para campos de concentração.

A direção é de Jayme Monjardim.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização