PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Vídeo assustador mostra suposto Lobisomen do PR

Insana

23 de março de 2021 09:44

Da Redação


Relacionadas

Médicos alertam que 'banho de esterco não cura covid-19'

Motociclista fica ferido ao ter garganta perfurada por pássaro

Padre anuncia em missa que está apaixonado e deixa a Igreja

Vídeo assustador mostra suposto Lobisomen do PR
'Loba do Tinder' é presa pela Polícia Civil no interior de SP
Homem com covid é preso após passar saliva em carros
Cemitério é palco de festa clandestina com 150 pessoas
PUBLICIDADE

As imagens foram registradas entre a noite de 12 e madrugada de 13 de março em Realeza, no sudoeste do Paraná

Um vídeo que circula pelas redes sociais mostra o momento em que um suposto lobisomem anda por uma rua e ataca um cachorro em Realeza, no sudoeste do Paraná. As imagens foram registradas entre a noite de 12 e madrugada de 13 de março em um loteamento nas proximidades da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFSS). As informações são do jornal Sudoeste Online. (Clique na imagem e veja o vídeo assustador)

Uma das testemunhas concedeu uma entrevista ao repórter da rádio Clube de Realeza Daniel Hageman. Durante a conversa, o rapaz afirmou que a criatura chegou a capturar um cachorro na sua frente. 

“Foi algo que nos traz muito medo e causa até mesmo insônia, foi mais precisamente à meia-noite, meia-noite e pouquinho. A gente foi acordado por vários latidos de cachorro, como a gente tem um cachorro em casa, pensamos que ele poderia ter fugido e estava brigando. Quando a gente abriu a cortina a gente se deparou uma criatura infernal, um monstro horrível, um demônio em pele de animal que estava em um alvoroço com os cachorros da região. Quando eu peguei o celular para filmar, ele capturou um cachorro e entrou para dentro do mato”, explicou Renato. 

Ainda segundo o jovem, a situação durou cerca de 15 minutos e depois que o suposto lobisomem desapareceu, ainda puderam ser ouvidos gritos e uivos vindos da área de mata. “É algo que não sai mais da cabeça e vai ficar para o resto da vida marcado. Eu não tenho explicação lógica”, completou Renato.  Nas imagens, é possível ver uma criatura andando de quatro pela rua onde a história ocorreu. 

Com informações do RIC Mais

PUBLICIDADE

Recomendados