Promoção aRedeShopping
Professor sugere redação sobre sexo e revolta pais

Insana

19 de novembro de 2019 16:06

Da Redação


Relacionadas

Veja 20 máscaras da pandemia para o combate do Covid-19

Presidente da Nicarágua reaparece após 34 dias e minimiza pandemia

Gêmeos são batizados de Corona e Covid na Índia

Padre ativa filtros sem querer durante transmissão ao vivo
Bebê nasce com expressão zangada e vira meme na web
Pesquisas por 'vírus da cerveja corona' crescem 1.100%
Mãe vai à lua de mel da filha e engravida do genro
O docente declarou que o uso das palavras de cunho sexual foi apenas um exercício de linguagem Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

O docente declarou que o uso das palavras de cunho sexual foi apenas um exercício de linguagem

Um professor do 6º ano causou polêmica após pedir que seus alunos escrevessem uma redação sobre sexo oral e anal durante uma aula de português na última quarta-feira (13). A situação foi registrada em uma escola da rede pública do Distrito Federal. 

Uma fotografia que circula pelas redes sociais, tirada por um aluno, mostra expressões de sexo explícito escritas no quadro da sala de aula.  O caso ganhou grandes proporções depois que alguns pais das crianças tiveram acesso à imagem e se revoltaram. 

Conforme o professor, um jovem de 25 anos, ele não recebeu instruções sobre o tratamento adequado que deveria dispensar aos alunos que têm entre 10 e 12 anos. Ela ainda pontuou que a atividade que usou palavras de cunho sexual foi apenas um exercício de linguagem. 

O que diz a Secretaria de Educação

Ao tomar conhecimento da polêmica, em nota, a Secretaria de Educação do DF declarou que o contrato do professor foi rescindido e os alunos receberão o apoio necessário. “Os estudantes receberão o devido apoio do Serviço de Orientação Educacional”, finalizou a pasta.

Leia mais clicando aqui

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização