PLATAFORMAS


EDITORIAS


SEÇÕES


PROJETOS


INSTITUCIONAL

Brasileirão Série B terá VAR a partir do segundo turno

Esporte

22 de julho de 2021 13:00

Da Redação


Relacionadas

Operário perde novamente e já vê a ZR no retrovisor

Operário busca reencontrar vitória contra o Confiança

PG será a 'capital' da velocidade na terra do Paraná

Sicredi acerta patrocínio com equipe de futsal de PG
Estudante de PG conquista medalhas em Paralimpíada Universitária
Operário tropeça contra a Ponte e decepciona torcida
Operário recebe atacante Giovani Albuquerque
Confederação espera finalizar detalhes para fazer anuncio oficial Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Confederação espera finalizar detalhes para fazer anuncio oficial

A Série B do Campeonato Brasileiro irá contar com o árbitro de vídeo (VAR) a partir do segundo turno da atual edição. Assim como ocorre na Série A, os custos serão pagos pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A informação foi noticiada pela Rádio Itatiaia e confirmada pelo Superesportes.

A CBF, no entanto, ainda não confirma oficialmente e deve anunciar a decisão nos próximos dias. Os clubes já aceitaram a utilização da tecnologia para diminuir erros cruciais de arbitragem na competição.   O VAR chega à Série B após três anos da implantação na elite nacional. O grande problema, até então, era a adaptação de alguns estádios para o uso da tecnologia, como adiantou o vice-presidente da CBF, Castellar Guimarães Neto.

"É uma questão estudada pela CBF. Não é tão simples. Obviamente envolve custos, e, no caso da Série B, envolve também adaptação em estádios ligeiramente mais acanhados do que em estádios da Série A", disse, em entrevista à Itatiaia no dia 11 de julho. 

A 20ª rodada da competição, que abre o segundo turno, está marcada inicialmente para o dia 20 de agosto. A Raposa, inclusive, reclamou bastante da arbitragem nas primeiras rodadas da competição, quando chegou a ter cinco expulsos em seis jogos. Felipe Conceição, ainda técnico do clube na segunda rodada, contestou as decisões do árbitro Douglas Marques das Flores na derrota para o CRB. O treinador chegou a falar em roubo e pediu um movimento da CBF.

“São várias situações dentro de uma partida que você sente que estão mal intencionados. Que estão puxando para o outro lado. Isso é um absurdo. Aqui a gente trabalha todos os dias de maneira honesta e tem um trio de arbitragem que vem e rouba a gente. Até quando a gente vai aguentar isso no futebol brasileiro? A gente tem que esperar algum movimento da CBF, alguma coisa, para melhorar isso. Não é possível. Até quando a gente vai trabalhar, trabalhar e ser prejudicado de maneira tão grotesca nos jogos de futebol? O Cruzeiro foi prejudicado nos dois jogos. Esses seis pontos vão na conta de quem? Da equipe? Do treinador? Do presidente? Do diretor? E a arbitragem?”, questionou na época. 

PUBLICIDADE

Recomendados