Gestor deixa Londrina e deve assumir Paraná Clube em 2020

Esporte

10 de dezembro de 2019 18:07

Da Redação


Relacionadas

Com gol no fim, Operário arranca ponto do América

Fantasma busca vitória contra o América nesta noite

São Paulo e Vasco estreiam com vitória no Brasileirão

Fluminense e Palmeiras ficam no empate no Maracanã
Atlético-GO surpreende e bate o Flamengo por 3 a 0
Atlético-MG vira sobre o Corinthians na abertura da rodada
Gersinho celebra empate fora de casa e pensa em ajustes
Dono da marca SM Sports, o gestor estava no time desde 2011 quando o clube estava com dívidas trabalhistas e próximo de fechar as portas Foto: Londrina EC
PUBLICIDADE

Dono da marca SM Sports, o gestor estava no time desde 2011 quando o clube estava com dívidas trabalhistas e próximo de fechar as portas

O gestor do Londrina, Sergio Malucelli, decidiu nesta terça-feira (10) que vai deixar o clube logo após o Campeonato Paranaense. Antes da última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Malucelli, havia sinalizado a vontade em deixar o Londrina.

Em entrevista por telefone ao site GloboEsporte.com, Sérgio, afirmou que recebeu um convite para trabalhar no Paraná Clube. Ele não deu detalhes sobre a negociação, mas disse que existem conversas em andamento.

Dono da marca SM Sports, o gestor estava no Londrina desde 2011 quando o clube estava com dívidas trabalhistas e próximo de fechar as portas. O contrato do Londrina com Sergio Malucelli se encerra ao final de 2020.

Ao deixar o clube antes do término do contrato, Malucelli precisaria pagar uma multa de R$ 200 mil (referente ao proporcional de tempo de contrato), além de quitar uma dívida de R$ 1,5 milhão ao clube.


Com colaboração de informações do GE

PUBLICIDADE

Recomendados