Motociclista fura pedágio, cai e toma prejuízo de R$ 3 mil

Cotidiano

19 de maio de 2020 15:21

Da Redação


Relacionadas

Engie doa R$ 500 mil para ajudar hospitais no Paraná

Multas por crimes ambientais somam R$ 2,5 mi em oito dias

Pesquisa comprova que covid-19 é também doença vascular

RodoNorte integra campanha de conscientização sobre queimadas
Menino morre após choque elétrico na região de Irati
Incerteza da economia cai pelo quinto mês consecutivo
Em dois meses, 5.300 cães e gatos são castrados no Paraná
PUBLICIDADE

Após ser atingido pela cancela na BR-369 em Corbélia, homem se levantou e ainda rodou alguns quilômetros, até parar e pedir ajuda

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) atendeu um acidente com um motociclista no último sábado (16), em Corbélia (PR), região oeste do Paraná. Durante o atendimento do acidente, o motociclista envolvido disse aos policiais e à equipe médica que se acidentou quando atropelou um cachorro, na BR-369.

Mas, imagens de videomonitoramento da concessionária que administra o trecho mostraram o contrário. Ele seguia um caminhão pela pista de pagamento eletrônico e quando se aproveitou da cancela ainda aberta, tentou passar, momento em que ela desceu, atingindo o motociclista. Com o contato, ele perdeu o controle e caiu. Alguns minutos depois, saiu com a motocicleta.

Cerca de 8 quilômetros depois, com dores e impossibilitado de conduzir, ele parou em um posto de combustíveis e acionou o resgate da concessionária. À equipe médica e aos policiais, ele insistia na versão de que atropelara um cachorro, mas as imagens comprovaram o contrário.

Após o atendimento, ele foi convidado a realizar o teste do bafômetro, mas se recusou. Diante dos fatos, ele foi autuado por se recusar a se submeter ao bafômetro, no valor de R$ 2.934,70, além da suspensão da CNH e pela evasão do pedágio, no valor de R$ 195,23. Com esse valor (R$ 3.129,93) e considerando o valor do pedágio, de R$ 8,20, ele conseguiria fazer a travessia mais de 300 vezes, sem contar o valor do conserto da motocicleta, que foi entregue a um familiar.

O motociclista foi conduzido para a UPA em Corbélia, com várias escoriações e um corte que necessitou de sutura, mas não corria risco.

 Com informações da PRF

 

PUBLICIDADE

Recomendados