Dono do Madero pede desculpa em mensagem no Instagram

Cotidiano

24 de março de 2020 15:10

Da Redação


Relacionadas

Prefeitura de Curitiba adia volta às aulas de novo

Governo libera entrada de estrangeiros em todo o país

Petrobras vende dois campos de petróleo de águas profundas

Portos do Paraná incentiva a navegação de cabotagem
Senai prevê 13 novas ocupações em alta no pós-pandemia
IAT atua com instituições para proteger meio ambiente
Está aberta a temporada de reformas, segundo Crea-PR
No primeiro vídeo, Junior Durski criticou o fechamento do comércio na maior parte do país e disse que os efeitos serão piores após o ‘lockdown’ Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

No primeiro vídeo, Junior Durski criticou o fechamento do comércio na maior parte do país e disse que os efeitos serão piores após o ‘lockdown’

Menos de um dia depois de postar um vídeo no Instagram onde falava que o Brasil não poderia parar por causa de 5 mil ou 7 mil mortes pelo coronavírus, o empresário e dono do Madero, Júnior Durski, fez nova postagem, e pediu desculpas. "Eu peço desculpas! Por favor, me desculpem se fui mal interpretado", escreveu.

"Eu me incomodo e me preocupo muito com cada uma das pessoas que já estão morrendo ou que morrerão por conta do coronavírus. Não tenho dúvidas de que não podemos deixar ninguém para trás", fala no vídeo.

Durski diz que a sua crítica no vídeo anterior era com as medidas que ele considera desproporcionais, como fechar feiras e pequenos comércios, que poderiam até ajudar a evitar aglomerações maiores, já que pegariam um público local e restrito.

Também criticou a suspensão de procedimentos em hospitais e lembrou que quem será mais afetado será o indivíduo mais pobre.

Depois da primeira postagem a reação e repercussão nas redes sociais foi muito grande. Durski recebeu muitas críticas.

Com informações do portal Bem Paraná

PUBLICIDADE

Recomendados