Rodovias do PR terão wifi grátis e desconto no valor do pedágio

Cotidiano

13 de fevereiro de 2020 17:59

Afonso Verner


Relacionadas

Escolas estaduais entregam kits de merenda nesta sexta-feira

Paulo Eduardo Martins reafirma luta pelas privatizações

Simepar e Estado implantam programa ‘Sinais da Natureza’

Eleições: redes sociais reforçam ações contra fake news
Quase mil pessoas morreram por fake news sobre a covid-19
70% dos bares e restaurantes estão com as contas vencidas
Paraná incentiva participação de jovens na política brasileira
Atual concessão das rodovias vence no próximo ano Foto: AEN
PUBLICIDADE

Segundo o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex, novas licitações terão essas e outras exigências

O próximo edital de concessão das estradas paranaenses à iniciativa privada deverá contar com uma série de novas exigências às empresas interessadas. De acordo com o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex (PSD), as empresas deverão oferecer grátis e desconto no valor do pedágio para motoristas que usarem o trecho pedagiado de forma frequente. 

A informação foi divulgada durante a passagem do governador Carlos Massa Ratinho Junior por Brasília (DF). Acompanhado de Sandro Alex, Ratinho usou a viagem para avançar na modelagem das novas concessões de rodovias. Durante a passagem pela Capital Federal, Sandro e Ratinho Junior se encontraram com o Secretário Nacional de Transporte Terrestre, Marcelo da Costa, na última terça-feira (11).

Com o novo Anel de Integração, o Paraná passará de 2,5 mil quilômetros para 4,1 mil quilômetros de estradas concedidas. O leilão, destacou Ratinho Junior, está previsto para ocorrer em 2021, na Bolsa de Valores de São Paulo – os atuais contratos de concessão vencem em novembro do ano que vem e incluem rodovias como a BR-376, BR-277 e PR-15, além de outras vias importantíssimas para o desenvolvimento do Estado.

“Serão obras de infraestrutura em todas as regiões, que permitirão ao Estado avançar muito. Tenho certeza que essa nova concessão vai mexer com a economia do Paraná como um todo”, ressaltou o governador durante a visita. Entre as novidades estudadas, o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, citou o as rodovias com sinal de internet wifi, desconto no valor do pedágio para usuários mais frequentes, obras no começo dos contratos e cobrança de acordo com o serviço entregue.

“O custo pedágio terá de ser de acordo com a rodovia. Pista única, um preço. Se for duplicada, paga-se pela condição”, disse. “Como diz o governador Ratinho Junior: vamos projetar o Paraná para os próximos 30 anos”, completou o secretário.“Como diz o governador Ratinho Junior: vamos projetar o Paraná para os próximos 30 anos”, completou o secretário.

Construção do Contorno Norte

Há a possibilidade de que os novos contratos de concessão também tratem da construção do Contorno Norte - a obra é muito esperada para ‘desafogar’ o fluxo de veículos que passa pela área urbana de Ponta Grossa. Estudada e discutida desde 2014, o Contorno Norte é visto como uma das possibilidades para melhorar o fluxo de veículos na avenida Souza Naves e em outros locais da cidade que tem o trânsito prejudicado pelo alto fluxo de veículos pesados e carregados. Há uma expectativa de que um novo contrato de concessão preveja a construção do Contorno.

PUBLICIDADE

Recomendados