Estado promove oficinas e debates entre educadores

Cotidiano

24 de janeiro de 2020 18:00

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

MP regulamenta reembolso de eventos culturais e de turismo

Maioria dos casos de covid-19 têm entre 31 e 40 anos no PR

Laboratório desenvolve teste nacional para covid-19

Consumidores de baixa renda estão isentos de pagar a luz
Em pronunciamento, Bolsonaro defende o uso da cloroquina
Campanha reforça a turistas que não cancelem viagens
Paciente com suspeita de Covid-19 agride equipe médica
Evento da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte busca promover o diálogo e desenvolver o planejamento pedagógico junto aos gestores das instituições estaduais de ensino. Foto: Ari Dias/AEN
PUBLICIDADE

Evento da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte busca promover o diálogo e desenvolver o planejamento pedagógico junto aos gestores das instituições estaduais de ensino.

Mais de 2 mil diretores das escolas estaduais do Paraná se reúnem em Curitiba até o dia 31. É que ocorre na Capital, desde terça-feira (21), o Seminário Foco na Aprendizagem 2020, evento da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte que busca promover o diálogo, formações e planejamento pedagógico aos gestores das instituições estaduais de ensino.

As oficinas, que têm como foco o processo de ensino e aprendizagem e o combate ao abandono escolar e à reprovação, abordam três pontos ligados à administração dos colégios: gestão e análise de dados, liderança e nivelamento, visando os estudantes que apresentam defasagem de aprendizagem. Nessas formações, onde a secretaria atua como mediadora, os diretores são orientados a definir prioridades para as suas instituições de ensino.

Ricardo Viana da Cruz, diretor do Colégio Estadual Manoel Antônio Gomes, em Reserva, acredita que o Seminário Foco na Aprendizagem é um momento de fortalecimento para a gestão das escolas paranaenses. ““Tudo o que a gente conseguir aprender aqui vai ser muito válido. É muito bom compartilhar experiências e até angústias com os colegas”, disse. Segundo ele, essa troca e essas formações são uma prática importantíssima para fortalecer a gestão escolar. “Sou diretor há algum tempo, passei por outros governos, e posso dizer que essa gestão ‘fala e faz’””, acrescentou.

Para o líder do Governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri, os diretores são a “alma e o coração” das escolas, por isso a importância de momentos como o do Seminário Foco na Aprendizagem,

““Sem os diretores, nenhum avanço seria possível. Eles têm grandes ideias, mas muitas vezes não sabem como colocar isso em prática. Por isso, precisamos fortalecer nosso diálogo, escutar e entender diretores e professores””, diz Bakri, que esteve presente no evento na quinta-feira (23).


OUVIDORIAS 

Além das formações, outro momento bastante aguardado pelos participantes são as ouvidoras, quando os diretores podem registrar sugestões e esclarecer dúvidas com os responsáveis por departamentos da secretaria, como Recursos Humanos, Gestão e Planejamento Escolar e Tecnologia e Inovação.

Taciana Bogo, da Escola Estadual Indígena Pindoty, na Ilha da Cotinga, em Paranaguá, elogia a iniciativa da Secretaria nesse sentido. “Já participei de vários encontros como esse e acho sempre muito proveitoso, pela troca de experiências e também por termos a oportunidade de expor as necessidades que temos””, afirma a educadora, que destaca a atenção que a atual gestão tem dado às escolas de campo e indígenas. ““O governo está reconhecendo bastante as escolas de porte menor, estamos nos sentindo valorizados””.

A opinião é compartilhada pela diretora do Colégio Estadual do Campo Colônia Malhada, em São José dos Pinhais, Silvana Moreira, que também destaca a troca de experiências e compartilhamento de boas práticas entre os gestores.

“Percebemos que muitas demandas que colocamos nas ouvidorias passadas foram atendidas e adequadas à realidade da nossa escola. Já o compartilhamento de boas práticas nos encoraja a desenvolver trabalhos semelhantes””, conta.


COTA EXTRA DO FUNDO ROTATIVO 

No evento, também foi anunciado aos gestores a autorização do Governo do Paraná para o pagamento de cota extra do Fundo Rotativo para todas as escolas estaduais, totalizando R$ 20 milhões, que serão utilizados para a realização de melhorias para o início do ano letivo de 2020.

““Acho muito válida essa iniciativa, já que todo dinheiro extra é muito bem-vindo. Temos agora que verificar o que vai ser prioritário para a escola, mas penso nos banheiros, na cozinha. Nossa escola é bem cuidada e está bem equipada, mas conseguiremos fazer melhorias para atender nossos alunos””, afirma o diretor Ricardo Viana da Cruz.

Segundo o deputado Hussein Bakri, trata-se de um reforço financeiro importante para auxiliar a preparação das instituições para a recepção de mais de um milhão de alunos a partir do dia 5 de fevereiro.

““Esse reforço financeiro é mais uma demonstração de que, apesar das dificuldades, fizemos um belo trabalho ao longo deste primeiro ano de gestão. Seguiremos alinhados com a Secretaria da Educação para aprovarmos os projetos importantes na Assembleia e também garantir recursos no orçamento que permitam um ambiente cada vez melhor para diretores, professores, funcionários, alunos e pais””, diz.

Outra novidade anunciada foi a ampliação do programa Mais Aprendizagem, que vai beneficiar estudantes de 1,3 mil escolas estaduais em 2020. A iniciativa oferece atividades no contraturno, possibilitando ao estudante mais tempo na escola e reforço na aprendizagem.

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização