Sandrini decide não concorrer à reeleição em Piraí do Sul

Campos Gerais

12 de agosto de 2020 20:20

Da Redação


Relacionadas

Diocese de Ponta Grossa ganha relíquias de São João Paulo II

Polícia Civil encontra foragidos da Justiça em Piraí do Sul

Palmeira registra terceiro óbito por Covid-19

Homem leva facada no peito e fica em estado grave
PM recupera dez celulares furtados em loja de Arapoti
Construção civil enfrenta escassez de matéria-prima
Em Carambeí, Patrícia Kremer ainda aguarda definições
Prefeito Sandrini conseguiu reverter as contas da prefeitura da situação de deficit para superávit. Foto: Toninho Anhaia
PUBLICIDADE

Sandrini reúne seu grupo e anuncia que não irá concorrer a reeleição. A sua decisão amadureceu no seio de sua família que acredita que sua contribuição é só para este mandato.

O prefeito de Piraí do Sul, José Carlos Sandrini decide não concorrer a reeleição, o anúncio foi feito em reunião com seus secretários, diretores e apoiadores. Segundo o prefeito a decisão também é um reflexo do desejo de sua família. “Hoje reuni minha equipe de trabalho e grupo político e fiz o comunicado da minha decisão de não concorrer a reeleição. Em primeiro lugar, fiz uma avaliação com minha família e decidimos que a minha contribuição como gestor deve se encerrar neste mandato.”, explica o prefeito.

Sandrini disse também durante a reunião que nunca entrou no cargo pensando em uma reeleição, mas sim, em trabalhar e dar a sua contribuição ao município de Piraí do Sul. “Quando concorri em 2017, não pensei em reeleição, mas sim, oferecer ao município uma administração focada na transparência, eficiência e comprometida com o dinheiro público. O nosso único compromisso foi sempre com o povo de Piraí do Sul. Tanto que em meu mandato, tivemos o menor número  de cargo comissionados em relação às últimas três gestões.”, salienta o prefeito. A sua equipe segundo ele sempre foi reduzida, mas comprometida, tanto que conseguiu reverter a situação financeira do município. “Tínhamos um déficit muito grande nas contas do município, não tínhamos nenhuma certidão, mas de vagar fomos colocando a casa em ordem e conseguimos reverter o déficit em superavit e conseguimos as certidões necessárias para conseguirmos convênios importantes para Piraí do Sul.”, recorda o prefeito.

A decisão de não concorrer foi sendo amadurecida com sua família, amigos e seu grupo. "Discutimos muito sobre isso. A nossa avaliação foi que a minha contribuição é deixar uma Prefeitura em dia e mostrar que quando quer,  isso é possível. Quem ganha  com isso é a população piraiense. Temos que pensar em uma continuidade de crescimento da nossa cidade. Como diz a palavra, 'Aquele que ceifa recebe o seu salário e colhe fruto para a vida eterna, e assim se alegram juntos o semeador e o ceifeiro. Dessa forma, é verdadeiro o ditado: Um semeia, e o outro colhe’. Piraí é uma grande obra e com o trabalho de todos, até mesmo aquele que parece pequeno é importante para o final do resultado.”, avalia.

Em relação ao apoio a um candidato ele explica que irá analisar com seu grupo, se irá ou não dar apoio para alguém. “Quanto ao meu apoio a algum candidato, isso deverá passar pela análise do meu grupo e faremos isso no momento oportuno.”, frisa o prefeito Sandrini.

PUBLICIDADE

Recomendados