Crea-PR reforça importância de responsável técnico

Agronegócio

09 de agosto de 2020 20:59

Fernando Rogala


Relacionadas

Produtores irão ampliar área de soja plantada na região

Paraná deverá produzir 40 milhões de toneladas de grãos

Castrolanda recebe prêmio destaque em âmbito leiteiro

Conab avalia que Brasil terá 2ª maior safra de café em 2020
Agricultura digital: O que é e como colocar em prática?
Adapar alerta sobre recebimento de sementes não encomendadas
CAPAL completa 60 anos com mais de 3,2 mil associados
Na região, 180 ações de fiscalização foram realizadas nos meses de junho e julho Foto: Divulgação/AEN
PUBLICIDADE

Na região dos Campos Gerais, 180 ações de fiscalização foram realizadas nos meses de junho e julho


Fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) realizaram, neste ano, na região dos Campos Gerais, 210 ações de fiscalização dentro da modalidade Agronomia. Destas, 85% estão relacionadas aos cultivos da Safra de Inverno, nos meses de junho e julho. O objetivo é averiguar se as lavouras ou serviços relacionados à Agronomia possuem a assistência de um responsável técnico habilitado.

A Facilitadora de Fiscalização do Crea-PR, a Engenheira Agrônoma Ana Paula Afinovicz, explica que as fiscalizações realizadas nos meses de junho e julho são importantes para que o Conselho tenha tempo hábil de tratamento dos processos e para que os produtores consigam contratar um profissional de Agronomia ainda com a safra em andamento, caso ainda não exista esse profissional acompanhando a plantação.

“Após a colheita, não há a possibilidade de regularização”, reforça. De acordo com ela, sob a assistência técnica dos profissionais de Agronomia, a produtividade de uma cultura pode ser alcançada no nível máximo por meio do planejamento rural, com o retorno dos recursos financeiros investidos pelo agricultor. “Além disso, a participação desses profissionais no processo produtivo é primordial para o uso racional e sustentável dos recursos naturais e dos insumos”, completa.

Todas as fiscalizações referentes aos cultivos são realizadas de forma remota e o Crea-PR tem acesso a um banco de dados de produtores da região. Informações junto ao Sistema de Monitoramento do Comércio e Uso de Agrotóxicos do Estado do Paraná (Siagro), são utilizadas para verificar se determinado produtor já iniciou o plantio. “Consultamos se existe uma Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e, caso não tenha, geramos o relatório com as informações das receitas agronômicas. Foram realizadas mais de mil consultas, sendo que constatamos 180 sem um responsável técnico, até o momento”, revela Ana Paula.

Neste ano, o Crea-PR também  iniciou os testes do projeto piloto SIG – Culturas Agrícolas. O objetivo deste projeto é auxiliar o planejamento da fiscalização da assistência técnica de culturas, por meio de cruzamento de informações de diversos bancos de dados: histórico de relatórios de fiscalização, de ART’s, Seguro Rural Estadual, Siagro, DAP (Declaração de Aptidão ao Pronaf), entre outros. “O que se espera é uma planilha eletrônica com o resultado do cruzamento dos dados disponíveis, listando agricultores que devem ser fiscalizados, com a maior assertividade possível, a fim de explorar o potencial de fiscalização”, acrescenta a Engenheira. 

Nas situações irregulares, o Crea-PR encaminha um ofício para os produtores para que informem o nome de seu responsável técnico ou para que seja providenciada a contratação de um profissional. Caso isso não ocorra, o produtor pode ser autuado por exercício ilegal da profissão. Segundo a facilitadora de fiscalização, é importante que os profissionais e a sociedade em geral denunciem possíveis casos de irregularidades.

 

Como denunciar?

Para denunciar é preciso acessar o site do Crea-PR, clicar em Fiscalização >Denúncia Online e preencher o formulário. Ao final do registro de denúncia é informado um protocolo. No caso do denunciante cadastrar um e-mail válido, ele receberá uma resposta do Crea-PR, ao final da verificação da denúncia.

As informações são da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados