Sicredi prevê a liberação de R$ 22 bilhões ao Plano Safra

Agronegócio

30 de junho de 2020 20:39

Fernando Rogala


Relacionadas

VBP do Paraná cresce 9% e atinge recorde de R$ 97 bi

Capal anuncia vencedores no Prêmio Leite de Qualidade

Soja gera R$ 3,28 bi em riquezas na região em 2020

Região irá colher 3,7 milhões de toneladas de grãos
Irineo da Costa Rodrigues irá presidir o Sindiavipar
Cooperativas do Paraná projetam faturar R$ 200 bi
VBP da região cresce 6,6% e atinge R$ 11,73 bi
Para produtores rurais dos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, a instituição prevê a liberação de mais de R$ 6,9 bilhões Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Projeção é que os recursos sejam disponibilizados para aproximadamente 227 mil operações

Para reforçar sua forte atuação junto ao agronegócio brasileiro, consolidando a posição entre os principais financiadores do setor, o Sicredi irá disponibilizar mais de R$ 22,9 bilhões em crédito rural no Plano Safra 2020/2021, o que representa um aumento de 10% em relação ao ano-safra anterior. A projeção é que os recursos sejam disponibilizados para aproximadamente 227 mil operações.

Desse total, a expectativa da instituição financeira cooperativa, que reúne mais de 4,5 milhões de associados, é disponibilizar R$ 10,4 bilhões para operações de custeio, comercialização, industrialização e investimento, R$ 5,2 bilhões via Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e R$ 4,3 bilhões via Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), além de R$ 3 bilhões com recursos direcionados, oriundos do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“A atuação do Sicredi na cadeia do agronegócio tem suas raízes na sua fundação, em 1902. Investimos incessantemente na oferta de crédito e serviços para as empresas e produtores rurais, contribuindo com a sustentabilidade e o desenvolvimento das economias locais. O associado que obtém financiamentos para o seu empreendimento no campo gera empregos e renda, alimentando o desenvolvimento de sua comunidade”, afirma Gustavo Freitas, diretor executivo de Crédito do Banco Cooperativo Sicredi.

Para produtores rurais associados dos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, a instituição prevê a liberação de mais de R$ 6,9 bilhões em crédito rural, entre custeio e investimento. O montante é aproximadamente 18% maior que o ofertado na Safra 2019/20. A expectativa da instituição é gerar mais de 100 mil operações de crédito, nos três estados.

O Sicredi já está recebendo as propostas de financiamento para o Plano Safra 2020/2021, que vai até o final de junho do próximo ano. No ano-safra 2019/2020, que ainda não teve os dados consolidados, o Sicredi estima ter liberado R$ 20,7 bilhões - crescimento de 15% se comparado ao ano-safra anterior -, em mais de 203 mil operações.

Informações da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados