Feira digital em PG terá a venda de peixes

Agronegócio

03 de abril de 2020 19:48

Da Redação


Relacionadas

Programar safra traz maior custo-benefício

Estiagem pode comprometer a safra de inverno na região

Estiagem pode comprometer safra de inverno no Paraná

Ratinho Junior quer fortalecer cadeia do agronegócio no PR
IBGE: safra de grãos deve fechar 2020 com alta de 2,3%
Agricultura reforça importância do seguro rural para o produtor
Alerta Geada para a cafeicultura está em operação no Paraná
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Os pedidos serão feitos de forma online e entregues nas casas dos consumidores. 

A partir da próxima semana, os ponta-grossenses contarão com uma novidade na plataforma digital do Feira Fácil: a venda de peixes. Os pedidos serão feitos de forma online e entregues nas casas dos consumidores. As entregas começarão a ser feitas já na segunda-feira (6) e a população pode aproveitar o final de semana para realizar os pedidos.

No mesmo período de início da venda dos pescados aconteceria a Feira do Peixe na cidade, mas, para evitar aglomerações e prevenir o contágio do novo coronavírus, a Prefeitura cancelou o evento tradicional da cidade. Analisando o sucesso da plataforma digital, que em uma semana fez com que os produtores rurais vendessem mais de 800 toneladas de alimentos, a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA) teve a ideia de possibilitar que o serviço vendesse também os peixes.

É na próxima semana também que se inicia o período cristão considerado como ‘Semana Santa’. O tempo é propício para o consumo dos peixes, já que os católicos têm a tradição de evitar comer carnes vermelhas na quarta e sexta-feira e de optar pelo consumo do peixe. “Desde que a Feira do Peixe foi cancelada, nós da secretaria e os produtores estávamos pensando em uma forma de viabilizar as vendas para evitar que eles tivessem prejuízo. O site do Feira Fácil está recebendo vários pedidos e então nos programamos para que os peixes também fossem vendidos on-line e entregues nas casas das pessoas”, destaca o secretário, Bruno Costa.

Dinâmica

As vendas seguirão o mesmo formato das que são feitas com os hortifrútis. O consumidor acessa o site www.bit.ly/feirafacilgenial e escolhe os produtos. Haverá duas opções para a compra do peixe: 1,5 kg de tilápia com vísceras a um preço de R$ 23,25 e a tilápia limpa por R$ 29,50. O cliente precisa fazer um pedido mínimo de R$ 30 para que a entrega seja concretizada. Por isso, na compra, ele pode acrescentar outros produtos, como alface, abobrinha, brócolis e couve-flor, que são alguns dos alimentos mais pedidos até o momento.

Após o pedido ser realizado, os alimentos serão entregues depois de 24 horas. Isso porque é só depois da confirmação dos pedidos, que os piscicultores colherão os peixes, os prepararão para embalá-los e os entregarão na central de distribuição, localizada na Estação Arte, na manhã do dia seguinte, para que os colaboradores façam a entrega posteriormente. No local haverá um freezer para guardar os peixes até que sejam distribuídos.

Até o momento, dois piscicultores confirmaram a participação no Feira Fácil, o representante do Rancho Paraíso, Bruno Slompo; e o da Chácara Schneider, João Alcione Sobrinho. Ambos participariam da Feira do Peixe neste ano.

“Nunca participei de venda digital, mas essa foi a alternativa encontrada no momento para vendermos as nossas produções. Estou com expectativa de conseguir vender um bom número de peixes durante esta ‘Semana Santa’”, ressalta João Alcione.

As informações são da assessoria de imprensa

PUBLICIDADE

Recomendados

IVC Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização