Tecpar amplia certificação de orgânicos no País

Agronegócio

13 de fevereiro de 2020 11:20

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

Digital Agro debate efeitos da pós-pandemia no setor

Cooperativismo paranaense tem faturamento de R$ 72 bi

Convênio permitirá crescimento da fruticultura em PG

Cooperativas trazem segurança a produtores durante pandemia
Fórum Nacional de Incentivo da Cadeia Leiteira começa dia 6
Sicredi prevê a liberação de R$ 22 bilhões ao Plano Safra
Paraná pode colher 40,9 milhões de toneladas de grãos
Selo garante ao consumidor que não foram utilizados agrotóxicos ou qualquer insumo químico sintético Foto: Reprodução/Tecpar
PUBLICIDADE

615 produtores de sete estados já têm a certificação concedida pelo Instituto de Tecnologia do Paraná

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) ampliou sua atuação na certificação de produção de orgânicos no Brasil em 2019. Atualmente 615 produtores rurais de sete estados têm a certificação de orgânicos concedida pelo Tecpar Certificação.

Recentemente, o instituto prestou o serviço pela primeira vez para propriedades de municípios da região Centro-Oeste. O processo de auditoria e certificação de produtos orgânicos foi realizado no Estado do Mato Grosso, por meio de um contrato firmado com o Sebrae MT. Foram certificados oito produtores rurais e uma cooperativa que cultivam produtos orgânicos como guaraná, frutas, hortaliças diversas, grãos e temperos.

Segundo o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, a demanda por este tipo de certificação para a agricultura orgânica vem crescendo devido ao aumento da conscientização mundial para as questões ambientais e a produção sustentável de alimentos.

“Cada vez o consumidor exige produtos sem resíduos que possam prejudicar sua saúde e que tenham causado o mínimo de dano ao ambiente em seu processo de produção. Por isso, o Tecpar coloca sua experiência e competência técnica para orientar produtores de todo o país a atenderem os requisitos e normas da produção orgânica”, afirma Callado.

Selo – A gerente do Tecpar Certificação, Tânia Carvalho, explica que para um produto ser comercializado como orgânico ele necessita ser certificado. “Uma das principais funções da certificação é garantir ao consumidor que o produto que está sendo adquirido foi produzido dentro dos preceitos e normas nacionais e internacionais de produção orgânica”, explica.

Segundo Tânia, o selo Produto Orgânico Tecpar Cert garante ao consumidor que, durante todas as etapas de produção e processamento do produto certificado, não foram utilizados agrotóxicos ou qualquer insumo químico sintético. Também não foram identificadas práticas que comprometam a saúde humana, animal, das plantas e do solo, garantindo a manutenção e aumento da fertilidade do mesmo.

“O selo comprova que os produtos são provenientes de propriedades que adotaram uma postura de respeito ao ambiente, com o uso racional dos recursos, preservação e aumento da diversidade, dentro e fora da propriedade”, afirma a gerente do Tecpar.

Cenário – No Brasil, as atividades pertinentes ao desenvolvimento da agricultura orgânica são regulamentadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio do decreto 6.323/2007.

Segundo levantamento do Mapa, em menos de uma década, o número de produtores orgânicos registrados no Brasil triplicou. O Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos — que abrange as propriedades com produção vegetal e animal certificadas — mostra que atualmente há no Brasil 19.535 produtores rurais de orgânicos certificados, dos quais 18% estão no Paraná. O Tecpar já concedeu certificações para clientes oriundos dos estados do Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Tecpar Certificação – A certificação de produtos orgânicos é apenas uma das áreas de atuação do Tecpar Certificação, que também certifica sistemas. Recentemente, a unidade chegou à marca de 15 mil auditorias realizadas em 22 anos de atuação.

Entre os produtos que podem ser certificados estão componentes elétricos e de telecomunicações, eletrodomésticos e unidades armazenadoras. Em sistemas, certifica Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9001); Sistema de Gestão Ambiental (ISO 14001); Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (OHSAS 18001 e ISO 45001); Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras (SiAC); Avaliação de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Qualidade (SASSMAQ – Módulo Rodoviário) e a Certificação Life, que avalia impactos à biodiversidade gerados por uma organização.

PUBLICIDADE

Recomendados