Tecpar amplia certificação de orgânicos no País

Agronegócio

13 de fevereiro de 2020 11:20

Agência Estadual de Notícias


Relacionadas

Show Tecnológico da Fundação ABC inicia nesta quarta

Produtores irão ampliar área de soja plantada na região

Paraná deverá produzir 40 milhões de toneladas de grãos

Castrolanda recebe prêmio destaque em âmbito leiteiro
Conab avalia que Brasil terá 2ª maior safra de café em 2020
Agricultura digital: O que é e como colocar em prática?
Adapar alerta sobre recebimento de sementes não encomendadas
Selo garante ao consumidor que não foram utilizados agrotóxicos ou qualquer insumo químico sintético Foto: Reprodução/Tecpar
PUBLICIDADE

615 produtores de sete estados já têm a certificação concedida pelo Instituto de Tecnologia do Paraná

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) ampliou sua atuação na certificação de produção de orgânicos no Brasil em 2019. Atualmente 615 produtores rurais de sete estados têm a certificação de orgânicos concedida pelo Tecpar Certificação.

Recentemente, o instituto prestou o serviço pela primeira vez para propriedades de municípios da região Centro-Oeste. O processo de auditoria e certificação de produtos orgânicos foi realizado no Estado do Mato Grosso, por meio de um contrato firmado com o Sebrae MT. Foram certificados oito produtores rurais e uma cooperativa que cultivam produtos orgânicos como guaraná, frutas, hortaliças diversas, grãos e temperos.

Segundo o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, a demanda por este tipo de certificação para a agricultura orgânica vem crescendo devido ao aumento da conscientização mundial para as questões ambientais e a produção sustentável de alimentos.

“Cada vez o consumidor exige produtos sem resíduos que possam prejudicar sua saúde e que tenham causado o mínimo de dano ao ambiente em seu processo de produção. Por isso, o Tecpar coloca sua experiência e competência técnica para orientar produtores de todo o país a atenderem os requisitos e normas da produção orgânica”, afirma Callado.

Selo – A gerente do Tecpar Certificação, Tânia Carvalho, explica que para um produto ser comercializado como orgânico ele necessita ser certificado. “Uma das principais funções da certificação é garantir ao consumidor que o produto que está sendo adquirido foi produzido dentro dos preceitos e normas nacionais e internacionais de produção orgânica”, explica.

Segundo Tânia, o selo Produto Orgânico Tecpar Cert garante ao consumidor que, durante todas as etapas de produção e processamento do produto certificado, não foram utilizados agrotóxicos ou qualquer insumo químico sintético. Também não foram identificadas práticas que comprometam a saúde humana, animal, das plantas e do solo, garantindo a manutenção e aumento da fertilidade do mesmo.

“O selo comprova que os produtos são provenientes de propriedades que adotaram uma postura de respeito ao ambiente, com o uso racional dos recursos, preservação e aumento da diversidade, dentro e fora da propriedade”, afirma a gerente do Tecpar.

Cenário – No Brasil, as atividades pertinentes ao desenvolvimento da agricultura orgânica são regulamentadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), por meio do decreto 6.323/2007.

Segundo levantamento do Mapa, em menos de uma década, o número de produtores orgânicos registrados no Brasil triplicou. O Cadastro Nacional de Produtores Orgânicos — que abrange as propriedades com produção vegetal e animal certificadas — mostra que atualmente há no Brasil 19.535 produtores rurais de orgânicos certificados, dos quais 18% estão no Paraná. O Tecpar já concedeu certificações para clientes oriundos dos estados do Amazonas, Ceará, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo.

Tecpar Certificação – A certificação de produtos orgânicos é apenas uma das áreas de atuação do Tecpar Certificação, que também certifica sistemas. Recentemente, a unidade chegou à marca de 15 mil auditorias realizadas em 22 anos de atuação.

Entre os produtos que podem ser certificados estão componentes elétricos e de telecomunicações, eletrodomésticos e unidades armazenadoras. Em sistemas, certifica Sistema de Gestão da Qualidade (ISO 9001); Sistema de Gestão Ambiental (ISO 14001); Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (OHSAS 18001 e ISO 45001); Sistema de Avaliação da Conformidade de Empresas de Serviços e Obras (SiAC); Avaliação de Segurança, Saúde, Meio Ambiente e Qualidade (SASSMAQ – Módulo Rodoviário) e a Certificação Life, que avalia impactos à biodiversidade gerados por uma organização.

PUBLICIDADE

Recomendados